Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Estado e município terão que custear remédio à base de canabidiol para criança

Postado em: 15/08/2019

Compartilhe esta notícia:

O Tribunal de Justiça atendeu a pedido feito pela Promotoria de Justiça de São Miguel Arcanjo em recurso e determinou que o Estado de São Paulo e o município de São Miguel Arcanjo custeiem a importação dos medicamentos Charlotte´s Web Oil e Elixinol Hemp Oil para atender às necessidades de uma criança de onze anos, que apresenta, desde os cinco, quadro de crises irrefreáveis de vômitos.

O requerimento de liminar havia sido indeferido em primeira instância. Em Agravo de Instrumento interposto pela Promotoria de Justiça de São Miguel Arcanjo, o Tribunal de Justiça acolheu os argumentos apresentados pelo Ministério Público e reconheceu a presença dos requisitos necessários para a concessão da medida, sobretudo levando-se em conta os parâmetros estabelecidos pelo Superior Tribunal de Justiça, no julgamento do REsp 1.65.156/RJ.

Após anos de tratamento mediante uso de vários remédios convencionais sem sucesso, o médico que acompanha a criança prescreveu o uso dos medicamentos citados. Além disso, os pais da criança obtiveram autorização perante a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a importação das substâncias. Contudo, diante da falta de recursos, eles recorreram ao Judiciário para que o poder público passasse a custear a aquisição dos medicamentos, orçada, na época da propositura da ação, em aproximadamente R$ 4 mil.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Roberto Jefferson promete parar José Dirceu ‘na bala’: ‘Vamos atirar nele’; veja vídeo

Estado de São Paulo zera roubo a bancos pela primeira vez em série histórica, diz governo

Financeiras estão entre as principais reclamações no Procon

“Dia Mundial da Limpeza” terá mutirões em duas áreas públicas de Sorocaba

Crespo orientava Taty Polis a ‘cuidar e a melhorar’ a imagem dele nas redes sociais

Políticos aliados do candidato Jair Bolsonaro falam em ‘guerra’ e em ‘reagir’