Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Justiça condena proprietários de clínica de reabilitação em Sorocaba por crime de tortura

Foto: reprodução
Postado em: 06/02/2020

Compartilhe esta notícia:

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorocaba condenou, pelo crime de tortura, dois proprietários e três funcionários de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos. As penas variam de três a seis anos de prisão.


Consta da denúncia que, em 2014, 10 internos da clínica foram submetidos diariamente, ao longo de cinco meses, a tratamento cruel e desumano, com emprego sistemático de violência física. Os funcionários foram presos em flagrante.


Ao proferir a sentença, o juiz Jayme Walmer de Freitas, afirmou que o crime de tortura foi comprovado pela constância na aplicação de métodos violentos e encarceramento como medida punitiva das vítimas. “A despeito dos laudos do IML atestarem lesões de natureza leve, o crime de tortura não resta rechaçado, por conta da constância e repetição das ‘contenções’ e agressões físicas desnecessárias”, escreveu o magistrado. “O sofrimento físico aliado à humilhação moral impostos aos internos caracteriza o crime de tortura, porquanto provocaram intenso sofrimento.”

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Câmara aprova MP que estabelece salário mínimo de R$ 1.045

São Paulo ultrapassa marca de 10 mil mortes por Covid-19

Parques ecológicos de Sorocaba terão cursos de férias gratuitos em janeiro

Acidente na rodovia Raposo Tavares complica a vida dos motoristas

Presidente Jair Bolsonaro participa da Marcha para Jesus em Brasília

Jovem de 18 anos é morta a tiros na porta de casa em Iperó