Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Justiça condena proprietários de clínica de reabilitação em Sorocaba por crime de tortura

Foto: reprodução
Postado em: 06/02/2020

Compartilhe esta notícia:

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorocaba condenou, pelo crime de tortura, dois proprietários e três funcionários de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos. As penas variam de três a seis anos de prisão.


Consta da denúncia que, em 2014, 10 internos da clínica foram submetidos diariamente, ao longo de cinco meses, a tratamento cruel e desumano, com emprego sistemático de violência física. Os funcionários foram presos em flagrante.


Ao proferir a sentença, o juiz Jayme Walmer de Freitas, afirmou que o crime de tortura foi comprovado pela constância na aplicação de métodos violentos e encarceramento como medida punitiva das vítimas. “A despeito dos laudos do IML atestarem lesões de natureza leve, o crime de tortura não resta rechaçado, por conta da constância e repetição das ‘contenções’ e agressões físicas desnecessárias”, escreveu o magistrado. “O sofrimento físico aliado à humilhação moral impostos aos internos caracteriza o crime de tortura, porquanto provocaram intenso sofrimento.”

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Procon orienta consumidor por conta da suspensão das aulas em escolas e instituições privadas

Morre morador de rua que dormia em sacos de lixo após atropelamento por trator em praia do litoral

Brasil confirma primeiro caso do novo coronavírus; contraprova deu positivo

Bolsonaro cumprimenta Biden e divulga carta enviada ao novo presidente

Aprovação de Bolsonaro sobe de 30% para 37% em agosto, segundo pesquisa XP/Ipespe

Neto de Lula de 7 anos morre de meningite, e ex-presidente pede para ir ao velório