Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Jaqueline: "O sorocabano precisa de uma determinação do poder público para cumprir a sua obrigação"

Agência Sorocaba
Postado em: 10/07/2020

Compartilhe esta notícia:

A prefeita Jaqueline Coutinho (PSL) criticou a população de Sorocaba durante a coletiva de imprensa no Paço Municipal, em que anunciou a manutenção de Sorocaba na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva. A prefeita criticou as aglomerações e saídas sem necessidade.

"O cidadão brasileiro, o sorocabano precisa de uma determinação do poder público para cumprir a sua obrigação", disparou a prefeita. Ela disse que o decreto que determina a quarentena e o aumento na fiscalização aos comércios é necessária por conta deste mau comportamento.

"A nossa responsabilidade e lucidez, a nossa preocupação é com a vida dos sorocabanos. É preservar vidas e garantir atendimentos", justificou Jaqueline. "Seria uma irresponsabilidade, nós, diante da transmissão comunitária, seja a taxa de ocupação de leitos, nós abrirmos a atividade econômica", salientou.

A cidade vai se manter na Fase Vermelha do Plano São Paulo. A medida foi divulgada após o Governo do Estado de São Paulo colocar a região de Sorocaba, composta por 48 cidades, na Fase Laranja. A decisão de Jaqueline foi justificada devido à taxa de ocupação de leitos e a fila de espera de pacientes que aguardam internação.

Durante seu discurso, a predeira ressaltou a importância da decisão para evitar o risco de saúde à população e para que a assistência não entre em colapso. “Reforçamos que o isolamento social é essencial durante essa pandemia e que as pessoas respeitem as medidas preventivas e sanitárias para evitar a propagação da doença”, ressaltou.

Também durante a coletiva, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Ana Paula Diegues, apresentou o cenário atual da doença na cidade. Segundo informou, a baixa taxa de letalidade desta sexta-feira (10) que diminuiu para 1,97% é menor que a metade do Brasil e do Estado de São Paulo.

Responsável pelo Comitê de Enfrentamento ao Combate do novo coronavírus, o médico Fernando Brum, foi enfático ao dizer que esse momento chegaria e que a decisão da gestão municipal em se manter na fase vermelha é a melhor opção diante da atual situação de Sorocaba.

O médico e secretário da Saúde, Ademir Watanabe, informou que a cidade investirá no Hospital de Campanha, pois as unidades que são referência no atendimento Covid estão lotadas, o que inclui a Santa Casa. “Vamos ampliar os leitos com responsabilidade. Ou seja, será feito no momento certo e quando os equipamentos estiverem adequados para uma assistência de qualidade”, pontuou.

Com a decisão, apenas se mantêm funcionando os serviços essenciais, com abertura e atendimento permitido para empresas relacionadas ao comércio de gêneros alimentícios e de material de higiene e limpeza, ou fármacos. Além destes, a prestação de serviços como o de postos de combustíveis; distribuidores da água e gás de cozinha; pet shops; óticas, lojas de autopeças e de material de construção e oficinas mecânicas também estão autorizados ao atendimento seguro e responsável, dentro das condições de higiene preconizadas para se evitar aglomerações e contágios pelo coronavírus. Indústrias, lotéricas e bancos também têm autorização de funcionamento.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Metareciclagem de Sorocaba funciona em novo horário e com medidas de segurança

Mais de 2,6 milhões de contribuintes recebem hoje restituição do IR

São Paulo registra queda em acidentes de trânsito com morte em janeiro

GCM ganhará posto de patrulhamento no Centro da cidade, anuncia prefeitura

Prefeitura volta a atrasar repasses à administração da UPA do Éden e UPH da ZL

Sorocaba tem 175 novos casos da Covid-19 nesta 5ª