Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Homens são os que mais morrem por coronavírus em Sorocaba

Foto: Agência Brasil
Postado em: 17/06/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba divulgou um boletim epidemiológico, nesta terça-feira (16), em que revela que os homens são o maior número de vítimas fatais de coronavírus.

Os dados são referentes até esta terça-feira (16), 16 horas.

A idade média de mortos pela doença é de 67 anos. De 80 óbitos, 74% são homens (59) e 26% mulheres (21). Outro dado é que 70% tinham comorbidades e 30% não. A taxa de letalidade está em 4,35%.

Já sobre os fatores de risco que levaram as vítimas à morte são: cardiopatia (40%), diabetes (35%), pneumopatia (10%), imunodepressão (2%), obesidade (16%), doença hematológica (1%), doença neurológica (6%) e doença renal (5%).

Aumento de 611%

Em um período de apenas 77 dias, Sorocaba registrou aumento de 611,33% de casos de coronavírus, indicou o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Sorocaba. 

 

Em 30 de março deste ano, o município registrava 3 casos confirmados da doença. Já em 14 de junho, este número subiu para 1.837 contagiados pela covid-19. 

 

O último boletim, divulgado nesta terça-feira, aponta que a cidade já registra 1.940 casos e 84 mortes. O número de recuperados e em recuperação é de 1.780.

Mapa de casos


O novo boletim epidemiológico mostra onde está a maior concentração de casos de coronavírus e também regiões em que moravam pacientes mortos devido a doença. 

 

Os dados são referentes até esta terça-feira, dia 16 de junho.


Separados pela cor verde (casos) e vermelha (mortes), o mapa de calor indica também a distribuição de contagiados de covid-19 por Unidade Básica de Saúde. 

 

A idade média de vítimas mortas pela doença é de 67 anos. De 80 óbitos, 74% são homens e 26% mulheres. Outro dado é que 70% tinham comorbidades e 30% não. A taxa de letalidade está em 4,35%.

 


Casos confirmados


O mapa mostra que os bairros que registraram mais casos da doença ficam nas regiões do São Guilherme, Laranjeiras, Paineiras, Jardim Simus, Cerrado, Barcelona, Vitória Régia, Éden, Vila Barão, São Bento, Jardim Rodrigo, e Vila Santana, por exemplo. Bairros mais afastados, como Aparecidinha e Brigadeiro Tobias, também aparecem no mapa com contagiados. 

 


Casos de morte


Já no caso das mortes, aparecem bairros de regiões como Vila Santana, Vila Hortência, Jardim Simus, Vila Haro, Éden, Wanel Ville, Cerrado, Laranjeiras, Vitória Régia, São Bento. Bairros mais afastados, como Aparecidinha e Brigadeiro Tobias, também registraram óbitos. 

 

Distribuição por UBS

Já sobre a distribuição de casos via UBS, os cinco primeiros são: Márcia Mendes (7,05%); Cerrado (6,12%); Jardim Rodrigo (6,05%); Vila Haro (5,26%), Sorocaba I (4,62%). 

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

‘Se não posso ser bem recebido em Nova York, seremos no Texas’, diz Bolsonaro

Exigências para retorno de setores em Sorocaba vão de medir temperatura a limpar banheiro a cada 3 horas

Homem é baleado no abdômen ao reagir a assalto em Piedade

Governador João Doria pede que se evite aglomerações no feriado

Urbes vai à Justiça para restabelecer o funcionamento do transporte coletivo em Sorocaba

Witzel diz que foi afastado do governo do Rio por motivos políticos: ‘Há interesses poderosos contra mim’