Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

"História de um Casamento" é retrato fiel da capacidade humana de complicar relações

Divulgação
Postado em: 10/12/2019

Compartilhe esta notícia:

Erick Rodrigues

A tarefa deles é escrever as qualidades que viram um no outro no início do relacionamento, aquelas características que despertaram o amor entre eles. Depois, o casal em processo de divórcio precisa ler esse texto em voz alta. Ambos tinham concordado com essa atividade, mas, na hora, ela decide não fazer mais isso, diz que não gosta do que escreveu. Será verdade? O que será que a impede de falar sobre as percepções e sentimentos do início da relação? Será orgulho? Medo? Mágoa? Receio de parecer frágil?

Nas primeiras sequências de "História de um Casamento", vemos o casal Nicole (Scarlett Johansson) e Charlie (Adam Driver) descrevendo as melhores qualidades um do outro, mas os personagens não têm a oportunidade de saber o que está escrito nesses textos. Perdendo a chance de verbalizar esses sentimentos, eles mergulham em um divórcio que, pelas intenções iniciais, deveria ser simples e sem conflitos, tudo em nome do bem-estar do filho.

Charlie é um diretor de teatro que, depois de anos, finalmente consegue levar um espetáculo aos palcos da Broadway. Nicole é a principal estrela da companhia do marido e deixou uma vida em Los Angeles para seguir o sonho dele, sempre ouvindo que, eventualmente, o casal moraria por um período na Califórnia.

Aos poucos, a cordialidade que marca o início do processo de separação vai dando lugar aos ressentimentos. Charlie se incomoda quando Nicole procura a advogada Nora Fanshaw (Laura Dern) para conduzir o divórcio, algo que eles tinham dito que não fariam. Depois, ela passa a cobrar do marido a promessa de que eles morariam em Los Angeles por um tempo.

Mesmo com a intenção inicial, Charlie e Nicole não conseguem evitar ferir um ao outro. Seja através dos advogados ou das próprias palavras, o casal deixa vir à tona arrependimentos e mágoas que marcaram a vida conjugal, alimentados por detalhes do dia a dia que podem ser usados contra eles fora de contexto.

Escrito e dirigido por Noah Baumbach, "História de um Casamento" é um filme sobre transformação de sentimento e sobre a capacidade do ser humano de complicar o que poderia ser mais simples. Charles e Nicole não conseguem lidar com a transição entre o amor e o fim desse sentimento, mesmo com a promessa de amizade e cordialidade em nome do filho, que também está no centro de uma discussão interessante do filme: pais brigam na Justiça alegando o bem-estar de crianças, mas, muitas vezes, pensam mais em si mesmos e sacrificam, por exemplo, recursos financeiros que seriam usados na criação dos filhos.

Na verdade, muito da incapacidade de lidar com essa transformação surge da não verbalização dos sentimentos, que leva o ser humano a complicar e prolongar muitas questões da vida, seja por raiva, orgulho ou medo. No momento em que Nicole deixa de ler as qualidades que a fizeram se apaixonar por Charlie, ela perde uma oportunidade valiosa de estabelecer uma base mais honesta e tranquila para o divórcio. A falta de comunicação, aliás, também é um problema apontado pelo roteiro como dificultador das relações, uma vez que o casal está sempre discutindo por diferenças vagas, que foram citadas durante o casamento, mas nunca debatidas de fato.

"História de um Casamento" mostra, ainda, como dois projetos pessoais, muitas vezes, não cabem em uma vida conjunta. Dando sinais de egoísmo em relação à própria carreira, Charlie ignora as aspirações artísticas da esposa, que se sacrificou para levantar a companhia de teatro dele. As discussões do casal sobre a cidade onde estabelecer residência, na verdade, expõem que os caminhos profissionais de ambos apontam para direções diferentes. Seria justo que um deles abrissem mão disso?

No êxito do longa em apresentar essa história, o elenco tem importância fundamental. Scarlett Johansson mostra estar no melhor momento da carreira, entregando uma Nicole afetuosa, porém ressentida com atitudes que contribuíram para o fim do relacionamento. Adam Driver, também no melhor papel da trajetória artística, demonstra intransigência e fragilidade na mesma intensidade, sendo responsável por boas sequências do filme. E, o que dizer da sempre ótima Laura Dern? A atriz transforma uma personagem menor em uma gigante em todas as cenas em que aparece.

Indicado em seis categorias no Globo de Ouro 2020 e presença certa no Oscar, "História de um Casamento" é um dos grandes filmes do ano, um retrato tocante e fiel sobre a dificuldade do ser humano em lidar com transformações, processo agravado pela habilidade de complicar relações deixando de verbalizar sentimentos sob a influência de orgulho ou frustração. Os relacionamentos seriam muito melhores se os anseios, as derrotas e a convivência fossem mais conversados.

 

HISTÓRIA DE UM CASAMENTO

ONDE: Netflix

COTAÇÃO: ★★★★★ (excelente)

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Atriz Gwyneth Paltrow vende velas aromáticas com essência inusitada: "O cheiro da minha v*****"

Santa Casa de Sorocaba celebra 100% de atendimento na retaguarda das UPHs

Emerenciano e família Prestes de Barros

Médium João de Deus é investigado sob suspeita de venda de pedras falsas

Carnaval altera rotina dos serviços públicos municipais em Sorocaba; confira o que abre e fecha

Edição 2019 do Enem já tem três milhões de inscritos