Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Grupo Abril diz que irá recorrer de decisão que manda reintegrar demitidos

Postado em: 27/09/2018

Compartilhe esta notícia:

FOLHAPRESS

O Grupo Abril afirmou na noite desta quarta-feira (26) que irá recorrer da decisão da Justiça do Trabalho, que ordenou a editora a reintegrar todos os empregados dispensados desde dezembro de 2017.

De acordo com nota, o Grupo Abril irá “recorrer pelos meios cabíveis”.
A decisão partiu do juiz Eduardo José Matiota, da 61ª Vara do Trabalho de São Paulo.

A empresa, responsável pela publicação de Veja, Exame, Claudia, entre outras, entrou em recuperação judicial em agosto. As dívidas da companhia somam R$ 1,6 bilhão.

Matiota atendeu ao pedido da procuradora do MPT (Ministério Público do Trabalho) Lorena Vasconcelos Porto em ação civil pública, ajuizada em abril. O Sindicato dos Jornalistas participa do processo.

Na ação, Porto notificou a demissão de cem colaboradores em dezembro. A decisão, porém, beneficia todos os ex-empregados, como aqueles dispensados em agosto.

A estimativa é de 570 cortes após a Abril entregar sua gestão à consultoria de reestruturação Alvarez & Marsal.

Motiota acolheu o argumento de Porto de que não houve negociação coletiva. Ele determinou o pagamento de salários entre o desligamento e a reintegração. A multa diária para o descumprimento é de R$ 100 por empregado.

A empresa não poderá fazer novas demissões “sem prévia e efetiva negociação coletiva”. A multa é de R$ 10 mil por colaborador. A Abril foi condenada também a pagar R$ 500 mil por danos morais coletivos.

O juiz não acatou o argumento do MPT de que as demissões foram discriminatórias e atingiram os empregados mais velhos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

PM prende ladrão de obra em flagrante empurrando carrinho de mão em Sorocaba

Assessor que distribuiu coxinhas e comissionados de Crespo voltam ao Paço

Manga testa positivo para a Covid-19 e está em isolamento

Prefeitura orienta comércio e população contra Covid-19 por meio de operação integrada

Operação da Polícia Militar contra tráfico na cracolândia termina com policial baleado

Sequência de “Jumanji” e “O Escândalo” chegam aos cinemas; “1917” entra em pré-estreia