Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sorocaba amanhece sem ônibus; quatro são queimados durante a madrugada

Postado em: 14/06/2019

Compartilhe esta notícia:

Sorocaba amanheceu sem ônibus do transporte público nesta sexta-feira (14), dia da Greve Geral promovida por diversos sindicatos. Segundo informações preliminares da Urbes, os veículos não saíram das garagens, apesar de haver liminar da Justiça determinando a circulação de 70% da frota em horário de pico.

Durante os demais horários 50% dos ônibus deveriam rodar na cidade. Às 10 horas os manifestantes devem chegar à Praça Coronel Fernando Prestes. Antes disso, eles devem sair de diversos pontos da cidade em uma marcha até o Centro.

O Ato Público é um protesto contra a Reforma da Previdência, cortes de verba na área da Educação e o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Para realizar a Greve Geral foi montada, na região de Sorocaba, a chamada Frente em Defesa da Previdência, formada por sindicatos ligados ao setor da indústria, rodoviários entre outros.

10h20 – Manifestação na praça Coronel Fernando Prestes cresce. Cartazes protestam contra o presidente Jair Bolsonaro e apoiam liberdade do ex-presidente Lula, que está preso.

width=1280 width=1280 width=1280

10h16 – A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Urbes – Trânsito e Transportes, acaba de ser notificada da liminar concedida em processo que ajuizou contra o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Sorocaba e Região determinando 70% da frota circulando nos horários de pico e 50% no restante do dia e em caso de descumprimento, estipulou multa no valor de 5 mil reais por trabalhador que descumprir a decisão judicial.

Caso o número de trabalhadores se confirme, o valor da multa a ser aplicada será de aproximadamente 5 milhões.

width=1280

9h21 – Estudantes e trabalhadores ocupam avenida Itavuvu em protesto e marcham sentido Centro, para chegada à praça Coronel Fernando Prestes. Trânsito no local lento.

Compartilhe: