Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Governo Jaqueline encontra documentos suspeitos de investigada na "Casa de Papel" e denunciará conteúdo

Foto: Fernando Abreu/Agência Sorocaba
Postado em: 22/11/2019

Compartilhe esta notícia:

 

O governo da prefeita Jaqueline Coutinho (PDT) informou há pouco que irá, nesta tarde de sexta-feira (22), à Delegacia Seccional de Sorocaba e ao Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) protocolar uma série de documentos com supostas irregularidades envolvendo o contrato da empresa DGentil, esta investigada na Operação "Casa de Papel", com a Prefeitura de Sorocaba. 

 

Na ocasião, a denúncia será feita por Márcio Rogério Dias, secretário do Gabinete Central. A empresa DGentil havia sido contratada e atuou enquanto José Crespo (DEM) estava como chefe do Executivo em Sorocaba. O prefeito cassado foi indiciado pela Polícia Civil na "Casa de Papel". Quando Jaqueline assumiu a prefeitura o vínculo foi rompido. 


Na nota oficial a respeito da denúncia, a prefeitura informa que "será protocolado, nesta sexta-feira (22), no Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), Delegacia Seccional de Sorocaba e também no Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), respectivamente, a partir das 14h30, uma série de documentos envolvendo o contrato entre a Prefeitura de Sorocaba e a empresa DGentil Propaganda Ltda., rompido pela atual administração após ser alvo de investigação por suspeitas de irregularidades na prestação de serviços de publicidade. 

 

O encaminhamento aos órgãos de investigação partiu da chefe do Executivo, após apuração detalhada das documentações que sinalizam possíveis irregularidades, com eventual lesão ao erário público. O procedimento de instrução encaminhado pela Prefeitura aos órgãos de investigação possui mais de 1,2 mil páginas entre documentos, notas fiscais e e-mails".

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Procon fiscaliza 56 lojas; 9 são autuadas por irregularidades na Black Friday

A partir de janeiro, polícia vai atirar para matar, afirma João Doria

Bolsonaro diz que auxílio emergencial ‘vai até dezembro, só não sei o valor’

Depois do centrão, Bolsonaro acena com cargos ao MDB e DEM

Bandido esfaqueia motorista de app durante tentativa de roubo

Sorocaba supera meta de Vacinação Contra a Gripe entre professores e idosos