Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

GCM é esfaqueado duas vezes durante atendimento a paciente psiquiátrico em Sorocaba

Foto: divulgação/GCM
Postado em: 13/12/2020

Compartilhe esta notícia:

 

A Guarda Civil Municipal, em ocorrência para dar proteção aos profissionais do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) durante atendimento de um paciente psiquiátrico, na região de Brigadeiro Tobias, neste sábado (12), teve um de seus agentes esfaqueado nas costas e no braço.


O fato ocorreu quando a equipe chegou ao local juntamente com o SAMU e se deparou com familiares do lado de fora da casa, pois o homem já havia agredido sua mãe.


As equipes procuraram preservar a integridade física de todos, porém o homem de 31 anos estava totalmente alterado e não obedecia as ordens dos agentes, sendo que depois de algum tempo, partiu para cima dos guardas com uma faca a mão, sendo dada ordem de largar a faca.

O indivíduo segurou o guarda e lhe desferiu vários golpes, que foram contidos pelo colete de proteção balística, mas em três pontos conseguiu ferir o GCM, que precisou atirar na perna do agressor para contê-lo. Mesmo baleado, o indivíduo ainda perfurou o próprio peito com a faca. 


O guarda e o rapaz foram levados ao Hospital Regional, tendo o guarda civil alta posteriormente, já  o indivíduo permaneceu na unidade e não corre risco de vida.


A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial Norte. No ano de 2016, no bairro do Éden, um enfermeiro morreu esfaqueado durante atendimento de ocorrência semelhante. A equipe não tinha o apoio da Guarda Civil Municipal nessa ocasião.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sorocaba chega a 26 mortes confirmadas pelo novo coronavírus

Veja a reação dos secretários de Crespo ao serem conduzidos à delegacia

Comerciantes reclamam de insegurança próximo à rodoviária; vídeo mostra crime

Maior da história, bancada feminina enfrenta barreiras

CoronaVac atinge número mínimo de infectados e avança para etapa final antes da aprovação da Anvisa

Witzel diz que impeachment é ação nacional para pulverizar oposição a Bolsonaro