Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Florestas Urbanas implantadas em Sorocaba apresentam bom desenvolvimento

Agência Sorocaba
Postado em: 04/07/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), realizou neste mês de junho vistoria e manutenção de dois espaços que receberam o projeto-piloto de Floresta Urbana na cidade: Avenida Américo Figueiredo, no bairro Júlio de Mesquita Filho, e a Avenida Paulo Emanuel de Almeida, no bairro Jardim Santa Esmeralda. Segundo o relatório apresentado por técnicos da secretaria, os plantios apresentaram um bom desenvolvimento.

O intuito do projeto-piloto de Floresta Urbana é ampliar a arborização em locais com grande circulação de pedestres. A presença de árvores na cidade tem comprovada eficiência para a estabilidade microclimática, redução da insolação direta e redução da velocidade dos ventos, além da melhoria das condições para a biodiversidade, redução de ruído, entre outros, desempenhando assim um importante papel na melhoria da condição ambiental do município e, consequentemente, a melhoria na qualidade de vida de seus habitantes.

Para isso, a Sema criou amplos espaços permeáveis – os chamados espaços-árvore (Lei Municipal nº 11.815/2018) – para permitir o desenvolvimento adequado do exemplar arbóreo. A partir desse projeto-piloto, propõe-se que a árvore tenha seu lugar adequado e específico nas calçadas, a fim de evitar seu corte pelo conflito com demais equipamentos, como postes, tubulações ou mesmo as entradas de garagem, que, muitas vezes, chegam depois das árvores. A iniciativa está alinhada às discussões que vem ocorrendo entre os profissionais da área da arborização urbana e tem sido estimulada pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, por meio do Programa Município VerdeAzul.

A Avenida Américo Figueiredo foi um dos locais escolhidos para receber a Floresta Urbana em setembro de 2018, com o plantio de 35 árvores, entre diferentes espécies de ipês. Em vistoria realizada pela Sema no dia 16 de junho deste ano, foi observado o crescimento vigoroso de ipês-roxos em comparação a outras espécies. Enquanto os ipês-roxos apresentavam uma altura média de 2,5 metros, as outras espécies estavam com 1,5 metro. Em 2018, todas as mudas tinham altura de 1,2 metro. Além disso, na última quarta-feira (24) a equipe da secretaria retornou ao local e realizou o plantio de outras cinco árvores para repor exemplares que não sobreviveram e feita toda a adubação.

Já a Avenida Paulo Emanuel de Almeida ganhou a Floresta Urbana em fevereiro de 2019, com o plantio de 25 ipês-rosa. Na vistoria realizada em junho deste ano, foram verificados que quatro exemplares precisariam ser repostos e alguns outros locais que poderiam receber o plantio de mais árvores. Na última quarta-feira, a Sema realizou o plantio de oito árvores na calçada da via, além de fazer a adubação de cobertura e o controle de formigas. A abertura de mais espaços-árvores e o plantio de outras cinco mudas estão programados para o mês de dezembro.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Funcionários públicos denunciam fim da Patrulha Ambiental

Prefeitura estima impacto financeiro de R$ 460 milhões por causa da pandemia

Estudo identifica as principais vozes da ciência no Twitter em 2020

Moro terá agora de defender sua biografia no STF em caso que pode beneficiar Lula

Governo de SP lança ‘Hora Marcada’ para agendar consultas e exames no SUS

SP vai testar redução de contágio por coronavírus com vacinação em massa em Serrana