Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Felipe Neto vai processar jornalista gaúcho que o chamou de ´pedófilo´ e ´depravado´

Arquivo / Folhapress
Postado em: 02/08/2020

Compartilhe esta notícia:

Folhapress

"Será processado cível e criminalmente. Muito obrigado, Edu". Foi assim que Felipe Neto, 32, anunciou que vai entrar na justiça contra Gustavo Victorino, 64, da TV Pampa, do Rio Grande do Sul. O jornalista gaúcho se referiu ao influenciador digital como "pedófilo" e "depravado" durante participação no programa Pampas Altitudes.

"Está sendo incensado hoje pela esquerda, pelos moderados para ser um exemplo para jovens. Eu quero ver chegar aqui na direção da Pampa e pedir para rodar seis ou sete vídeos deles [irmãos Neto], duvido que a direção me deixe rodar um deles. Vocês não acreditam no que esse cara diz às crianças. Ele é sim um sujeito que prega sexo entre crianças. Ele é, na minha opinião, um depravado, um pedófilo. Esse cara tinha que estar na cadeia", disse aos berros Victorino.

A assessoria de Felipe Neto foi procurada pelo F5 para falar sobre as ofensas proferidas pelo jornalista da TV Pampa contra o influenciador. Por meio de nota, foi informada que o youtuber não se pronunciará sobre qualquer acusação, mas que processará todos aqueles que criarem ou compartilharem conteúdo difamando-o.

Leia a íntegra do comunicado:

"A assessoria de Felipe Neto informa que todos aqueles que proferirem conteúdo difamatório, criarem ou compartilharem material que o relacione ao cometimento de crimes serão responsabilizados judicialmente, em âmbito cível e criminal. Felipe Neto reafirma a defesa da liberdade de expressão, desde que obedecidos os limites legais. Todos aqueles que cometerem os crimes de calúnia, injúria e difamação, responderão por seus atos.

Ele afirma que não irá se pronunciar publicamente sobre qualquer acusação relacionando sua imagem a crimes, bem como afirmações mentirosas, levianas e irresponsáveis. As medidas tomadas e o desenrolar das mesmas serão realizadas somente através da Justiça, por meio de seus advogados.

Os meios de comunicação não são terra sem lei e há de se ter compromisso e responsabilidade com aquilo que se fala".
Procurado, Gustavo Victorino não se manifestou até a publicação deste conteúdo.

Esta é a segunda vez nesta semana que o nome de Felipe se envolveu em uma polêmica do tipo. Nesta segunda-feira (27) o youtuber foi alvo de fake news que o acusam de incentivar a pedofilia. Uma montagem de um tuíte falso que atribui ao influenciador a frase "criança é que nem doce, eu como escondido" vem sendo compartilhada em diferentes redes sociais, como Facebook e WhatsApp.

Felipe afirma que trata-se de uma "mentira nojenta" articulada pela extrema direita para arruinar com a sua reputação. "Todas essas postagens negativas são ataques orquestrados com o único objetivo de destruir reputações, o que comprova o quão inclinados ao ódio, silenciamento e perseguição são os envolvidos. Não preciso nem irei responder ódio com ódio, porque a verdade sempre prevalece", afirmou o influenciador.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Pannunzio na Rádio Ipanema: Crespo “continua sendo parlapatão”

O Acarajé da Kátia e a Pizza do Gregório Carmona

35% dos bares e restaurantes do país já fecharam unidades definitivamente

Doria vota em São Paulo e diz que estará com Geraldo Alckmin

Polícia Civil resgata diversos animais mantidos em cativeiros em Sorocaba

Jovem morta em Araraquara alertou amigos em rede social