Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Evento reúne especialistas e apresenta novidades para diagnóstico

Postado em: 13/11/2018

Compartilhe esta notícia:

Aconteceu no Novotel Sorocaba um evento sobre as campanhas de conscientização e prevenção do câncer de mama e próstata: Outubro Rosa e o Novembro Azul, realizado pelo Centro Médico Sorocaba.
Participaram mais de cem médicos de Sorocaba e região, dentre eles os palestrantes: Kátia Leite – patologista do Hospital Sírio Libanês, Samir Nassar – radiologista e diretor técnico e administrativo do Centro Médico Sorocaba, Gilson Delgado – oncologista clínica IOS e José Roberto Colombo – urologista ICESP e Albert Einstein, que abordaram os temas do câncer de próstata, desde o diagnóstico a avaliação patológica, técnicas modernas, inovadoras e cirurgia robótica. “Com os avanços da medicina não param de surgir novos métodos e procedimentos que auxiliam da detecção e tratamento do câncer de próstata, nossa missão é estar sempre atualizado e oferecer aos nossos pacientes esta variedade e qualidade de diagnósticos”, afirma Samir Nassar
No evento ainda foi lançado um novo método de imagem diagnóstico para o câncer de próstata, o PET-CT 68GA, exame que tem como principal objetivo a detecção de recidiva pela neoplasia de próstata. Pode ser utilizado também para estadiamento em pacientes de alto risco, planejamento radioterápico, avaliação de resposta às terapias direcionadas ao PSMA e para orientar biópsias.
Na sala voltada para o câncer de mama participaram os palestrantes: Flávia Abdo – radiologista e diretora do Instituto da Mulher do Centro Médico Sorocaba, Rozany Dufloth – patologista Hospital Sírio Libanês, Letícia Nader – oncologista clínica IOS e Luiz Antônio Brondi – Mastologista Clínica Profemme.
Foram abordados os diagnósticos para o câncer de mama, métodos de rastreio e detecção da doença, sua avaliação patológica e condutas de tratamento e acompanhamento e estadiamento da doença. “Os casos de câncer de mama no Brasil veem aumentando consideravelmente e estão sendo detectados cada vez mais cedo, proporcionando desta forma maiores chances de cura às pacientes. A prevenção precoce aliada a uma equipe multidisciplinar especializada são fatores importantes para o diagnóstico e cura dessas pacientes”, afirma Flávia Abdo Médica.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sessão da Câmara começa ‘cedo’, mas vereadores só analisam vetos de Crespo

Novidades no Outback Steakhouse

Médico será investigado por suspeita de realizar atendimento embriagado em PA

Governo Bolsonaro libera orçamento de universidades federais

Abastecimento de água na Zona Oeste será interrompido nesta manhã de sexta

“1989” em cartaz no Sesc Sorocaba