Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Equipe da Defesa Civil de Sorocaba realiza simulado de incêndio em hospital

Postado em: 10/08/2019

Compartilhe esta notícia:

Mais uma simulação de incêndio foi realizada pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) de Sorocaba nesta sexta-feira (9), no hospital “Sarina Rolim Caracante”, mantido pelo Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI). A ação mobilizou 45 pessoas entre voluntários, militares do Corpo de Bombeiros, socorristas, brigadistas e servidores municipais.

A simulação de crise foi coordenada pela COMPDEC, vinculada à Secretaria de Segurança e Defesa Civil (Sesdec), e recebeu apoio do 15º Grupamento de Incêndio do Corpo de Bombeiros de Sorocaba, Urbes – Trânsito e Transporte, Guarda Civil Municipal (GCM), Secretaria de Igualdade e Assistência Social (Sias), Polícia Militar, além da Secretaria da Saúde (SES), através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

É a primeira vez que acontece a ação em um hospital de Sorocaba com a participação de todos os órgãos envolvidos em casos de incêndio. A duração total do simulado foi de 45 minutos, com a realização do atendimento às vítimas entre 7 a 10 minutos, tempo considerado positivo em casos semelhantes.

“Faz parte da Defesa Civil ações preventivas para resposta em situação de emergência. Dessa forma, é muito importante que sejam realizadas simulações de crise, porque conseguimos avaliar os pontos críticos nessas situações”, explica o chefe de seção e coordenador geral da COMPDEC, Alexandre Lima.

Para o coordenador da engenharia clínica do GPACI, Arnaldo Mendes, a ação ajuda a analisar o comportamento dos funcionários diante de uma situação de crise. “O simulado é importante para darmos sempre uma continuação na educação que estamos promovendo dentro do hospital”, afirma.

A Defesa Civil deve agora se reunir com os órgãos participantes e fazer uma análise crítica da simulação de incêndio, com o objetivo de corrigir as falhas encontradas e aprimorar as ações para que o atendimento seja o mais breve e rápido possível em uma situação de emergência.

Mais uma simulação de incêndio foi realizada pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) de Sorocaba nesta sexta-feira (9), no hospital “Sarina Rolim Caracante”, mantido pelo Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI). A ação mobilizou 45 pessoas entre voluntários, militares do Corpo de Bombeiros, socorristas, brigadistas e servidores municipais.

A simulação de crise foi coordenada pela COMPDEC, vinculada à Secretaria de Segurança e Defesa Civil (Sesdec), e recebeu apoio do 15º Grupamento de Incêndio do Corpo de Bombeiros de Sorocaba, Urbes – Trânsito e Transporte, Guarda Civil Municipal (GCM), Secretaria de Igualdade e Assistência Social (Sias), Polícia Militar, além da Secretaria da Saúde (SES), através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

É a primeira vez que acontece a ação em um hospital de Sorocaba com a participação de todos os órgãos envolvidos em casos de incêndio. A duração total do simulado foi de 45 minutos, com a realização do atendimento às vítimas entre 7 a 10 minutos, tempo considerado positivo em casos semelhantes.

“Faz parte da Defesa Civil ações preventivas para resposta em situação de emergência. Dessa forma, é muito importante que sejam realizadas simulações de crise, porque conseguimos avaliar os pontos críticos nessas situações”, explica o chefe de seção e coordenador geral da COMPDEC, Alexandre Lima.

Para o coordenador da engenharia clínica do GPACI, Arnaldo Mendes, a ação ajuda a analisar o comportamento dos funcionários diante de uma situação de crise. “O simulado é importante para darmos sempre uma continuação na educação que estamos promovendo dentro do hospital”, afirma.

A Defesa Civil deve agora se reunir com os órgãos participantes e fazer uma análise crítica da simulação de incêndio, com o objetivo de corrigir as falhas encontradas e aprimorar as ações para que o atendimento seja o mais breve e rápido possível em uma situação de emergência.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

GCM detém suspeito de tráfico com drogas na geladeira

Ginásio tem fiação elétrica furtada em menos de 24 horas após instalação

Câmara aprova que agressor pague SUS por vítima de violência doméstica

Luís Santos ‘defende’ Crespo de comissão ao pedir prazo para troca de testemunha

Programa Meu Emprego amplia vagas e integra cursos de qualificação

Aparecidinha e Campolim vão sofrer interrupção no abastecimento de água nesta 3ª feira