Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Em live do Parque Tecnológico de Sorocaba, futuristas afirmam que pandemia acelerou o processo de transformações digitais

Agência Sorocaba
Postado em: 29/05/2020

Compartilhe esta notícia:

O PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) promoveu, na noite desta quinta-feira (28), uma live que reuniu Carlos Piazza e Luiz Candreva, dois dos principais futuristas do país, e ambos admitiram que a pandemia de coronavírus (Covid-19) acelerou o processo de transformação digital em diversas áreas.

Durante o evento, transmitido por cerca de duas horas no canal do PTS no Youtube e ainda disponível para os interessados – basta acessar https://www.youtube.com/channel/UCWviL6f7KOI9n2RusD5GTSg – Carlos Piazza destacou que a Covid-19 é a primeira pandemia da era da internet e dos tempos exponenciais. “Nós vimos o processo de aceleração da tecnologia”, afirma.

Professor e darwinista digital, ele também viu pontos positivos na crise causada pela doença. “Nós vamos valorizar mais as relações humanas”, prega. “Esta pandemia é a chance imperdível de colocarmos o planeta e as pessoas em primeiro lugar”, complementa. “E o profissional do futuro será o humano, pois só nós temos coisas que as máquinas não têm e não conseguirão ter: análise da ambiguidade e pensamento crítico.”

Para o head de inovação e palestrante internacional Luiz Candreva, mesmo com a Covid-19 vivemos o melhor momento da humanidade. Ele não crê que passada a pandemia teremos um “novo normal” e sim um momento de adaptação. No entanto, entende que o futuro vai exigir menos especialistas e mais “resolvedores (sic) de problemas complexos”. “Só resolvem problemas aqueles com ferramentas para tanto”, ressalta. “Por isso, experimente e se abra ao máximo às novas experiências.”

Transformar pelo conhecimento

O presidente do Parque Tecnológico, Roberto Freitas, foi o apresentador da palestra online e o responsável por levar aos convidados as perguntas dos internautas. Conforme ele, por meio da live o PTS cumpre, mais uma vez, o papel de transformar as pessoas pelo conhecimento.

Ele acredita que a profissão do futuro, pós-pandemia de coronavírus, vai passar pelo empreendedorismo e o Parque terá papel preponderante neste processo. “Muitos conceitos mudam a partir de agora e inúmeras coisas já se inclinaram para o futuro. Temos de nos preparar”, conclui.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Votorantim decreta `toque de recolher´ e aplicará multa de mais de R$ 2,2 mil para reuniões caseiras

Motoboy que ficou nu em assalto desabafa: "com o serviço de entregador eu ajudava na renda de casa"

Caixa antecipa pagamento da segunda parcela de auxílio emergencial

Termina hoje prazo da pré-seleção em lista de espera do Fies

Termina nesta quarta-feira prazo para partidos definirem candidatos às eleições

Região de Sorocaba é vice-campeã em defasagem de policiais civis, diz sindicato