Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

“É um retrocesso para a cidade”, dispara Pessini sobre copos d’água do Saae

Postado em: 30/01/2019

Compartilhe esta notícia:

O vereador de Sorocaba Hudson Pessini (MDB) usou os microfones da Rádio Ipanema, durante a edição desta quarta-feira (30) do Jornal da Ipanema, para criticar a nova ação da Prefeitura de Sorocaba de envasar a água do Saae e servi-la em copos plásticos em eventos oficiais e no gabinete do prefeito José Crespo (DEM).

“Não é função da prefeitura envasar água da torneira em copinho. É função dela levar água de boa qualidade a todos os sorocabanos”, disparou o parlamentar. “Vamos atender aquilo o que o cidadão tá aclamando, em vez de inventar moda. Para onde vão todos esses copos plásticos depois do consumo?”, questionou ao vivo, durante entrevista por telefone.

Pessini relembrou projetos aprovados na Câmara visando a sustentabilidade como, por exemplo, a lei que proíbe o canudinho em Sorocaba. “A gente chega a passar vergonha. É feita na Câmara uma votação para proibir o canudinho, para ajudar a natureza. Vamos lá, interferimos na vida do cidadão para proibir o canudinho”.

width=1280

Outro projeto de lei que está para tramitar na Casa Legislativa, segundo Pessini, é um de autoria do vereador João Donizeti (PSDB), para proibir o uso do copo plástico. “Vai interferir na vida do cidadão, mas vai ajudar o meio ambiente”,diz Hudson.

O emedebista ainda demonstrou-se irritado com o fato de a “prefeitura ir na contramão” dos projetos de lei aprovados na Câmara. “Usa copo plástico, pega a água da torneira e envasa. O copo, inclusive, deve custar mais água. Se é para a pessoa tomar água da torneira, que sirva numa jarra. Vai na contramão da sustentabilidade e daquilo o que cidadão espera”.

“Precisamos hoje mostrar para o cidadão, de outras formas, que o Saae é bom. É um retrocesso para a cidade na contramão de tudo aquilo que está sendo aprovado na câmara e brasil afora. Menos lixo, menos acúmulo de lixo”, finaliza o vereador.

Água do Saae em copos de plástico

O prefeito José Crespo lança nesta manhã de quarta-feira (30) o envasamento da água do Saae-Sorocaba em copos descartáveis. “Agora vamos servir, em eventos oficiais pela cidade ou em meu gabinete, a mesma água que chega na torneira de todos os sorocabanos, em copos descartáveis lacrados”, explica o prefeito. O lançamento será às 11h30, na Estação de Tratamento de Água (ETA) Cerrado, situada na avenida General Carneiro, 2001.

O diretor-geral do Saae-Sorocaba, Ronald Pereira da Silva, ressalta que a novidade consolida a água tratada em Sorocaba como produto de comprovada qualidade. “De pessoas comuns a personalidades como empresários, deputados, governadores e eventualmente até presidente da República, quando presentes em eventos oficiais em Sorocaba, vão conhecer e beber da nossa água”, enfatiza Ronald Pereira da Silva.

É uma ação de divulgação permanente para conscientizar todos sobre a qualidade do principal produto da autarquia. Outras empresas de saneamento, como por exemplo a Sabesp, já mantem essa prática.

O envasamento é realizado por equipe do próprio Saae-Sorocaba em equipamento específico para essa atividade, adquirida pela autarquia. O diretor de produção do Saae-Sorocaba, Reginaldo Schiavi, explica que a água vem direto do sistema de tratamento para a envasadora, garantindo tratar-se do mesmo produto distribuído para a maior parte da cidade. A capacidade de envasamento é de até mil copos por dia. “Vamos fornecer a água em copos descartáveis para atender os pedidos via Gabinete do Prefeito ou da Diretoria Geral do Saae-Sorocaba”, explica Schiavi.

A água tratada pelo Saae-Sorocaba figura entre as melhores do Brasil, conforme ressalta o diretor Schiavi. Os copos com 200ml de água são transparentes e selados com tampa em alumínio com identificação visual do Saae-Sorocaba, da Prefeitura, código de barras, data de validade, e entre outras informações estão o detalhamento das características físico-químicas, a citação do manancial Represa de Itupararanga como origem do produto e o tratamento na ETA Dr. Armando Pannunzio.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Estupro bate recorde e maioria das vítimas é de meninas até 13 anos

Quarentena poderá aumentar consumo residencial de água e energia

"Tudo aponta para uma crise", diz Bolsonaro ao citar ações do Judiciário sobre governo

Cerrado será primeira região descentralizada a receber a operação ‘Todos contra a Covid’

Homem é executado após ser agredido com pauladas, chutes e socos; suspeitos foram detidos

Dez anos após caso em faculdade, Geisy Arruda diz se lembrar de gritos de "puta"