Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Doria deve endurecer quarentena após alta de casos de covid-19; atualização do Plano SP ocorre hoje

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Postado em: 08/01/2021

Compartilhe esta notícia:

O Governador João Doria anuncia nesta sexta-feira (8), às 12h45, no Palácio dos Bandeirantes, a atualização das fases do Plano São Paulo para a retomada econômica no estado.


O temor por hospitais lotados e aumento de mortes pode fazer com governador decida até mesmo por uma regressão de fase do Plano São Paulo.


Atualmente, Sorocaba e região estão na fase amarela do plano, após serem constatados os aumentos de internação e também de casos confirmados e mortes pelo novo coronavírus.

 

A fase amarela do Plano São Paulo não fecha atividades econômicas, mas torna as regras de funcionamento mais rígidas. Estabelecimentos como bares, restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, escritórios, concessionárias e comércios de rua voltam a ter limitações de horário e capacidade de público.

 

O atendimento presencial em todos os setores fica restrito a dez horas diárias, sequenciais ou fracionadas, e 40% de capacidade. Os estabelecimentos terão que fechar o atendimento local até as 22h. Todos os eventos com público em pé estão proibidos na fase amarela.

 

Casos da doença em Sorocaba e no estado 


Somente neste mês de janeiro, Sorocaba registrou 22 mortes pela doença. Em números acumulados, são 27.381 casos confirmados, 26.336 recuperados e 585 óbitos. Os hospitais da cidade, tanto os particulares quanto os públicos, têm registrado cada vez mais ocupação de leitos. 


O Estado de São Paulo registrou nesta quinta, também no acumulado, 47.768 óbitos e 1.515.158 casos confirmados de Covid-19. 


Vacina do Butantan


O Governo de São Paulo e o Insituto Butantan confirmaram nesta quinta-feira (7) que a vacina contra o coronavírus desenvolvida em parceria com a biofarmacêutica Sinovac Life Science atingiu índice de eficácia de 100% para casos graves e moderados. O estudo clínico realizado no Brasil contou com a participação de 12,4 mil profissionais de saúde voluntários em 16 centros de pesquisa.


“A vacina do Instituto Butantan tem eficácia de 78% a 100% contra a COVID-19, apontam os estudos no Brasil”, afirmou o Governador João Doria. “Como Governador de São Paulo, quero agradecer aos mais de 12 mil voluntários que aceitaram participar desta pesquisa coordenada pelo Butantan e centros de excelência em oito estados brasileiros. Agradecer também a pesquisadores, médicos e cientistas que ajudaram e contribuíram para encontrarmos este grande resultado. O nosso reconhecimento e a nossa gratidão.”


O Butantan concluiu a contratação de 124 profissionais para reforçar produção da vacina contra o coronavírus. Os novos trabalhadores se juntam aos 245 que já trabalhavam no local, que ocupa uma área produtiva de 1.880 metros quadrados. Foram contratados 69 auxiliares de produção, 53 técnicos de produção e dois tecnologistas.


Do total de profissionais contratados, 37 começaram a trabalhar nesta quinta. Os demais iniciam atividades no próximo dia 14, após treinamento e integração.


“Nossos esforços em incrementar o time de profissionais vêm do comprometimento do Butantan em disponibilizar rapidamente uma vacina para uso na população brasileira. Pela urgência, garantimos o terceiro turno da fábrica em uma rotina incessante de produção. Hoje, já temos em solo nacional 10,8 milhões de doses”, afirmou Dimas Covas.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Só carro zero comprado a partir do dia 15 paga R$ 32,89 a mais de licenciamento em SP

Réveillon de Neymar terá 150 pessoas e cumprirá normas sanitárias, diz organizadora

Opas: América Latina não deve relaxar enfrentamento à pandemia

Bolsonaro chama de ‘idiota’ pergunta sobre carona de parentes em helicóptero da FAB

Suspeito de desaparecer com jovem de 18 anos é executado a tiros

"Políticos fazem jogos mesquinhos", ataca Jaqueline sobre pedido de volta de cultos