Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Dono de rede de sorveterias na Zona Norte é preso por liderar PCC e chefiar tráfico

Postado em: 01/03/2019

Compartilhe esta notícia:

A Polícia Civil de Sorocaba, por meio do trabalho da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) prendeu, nesta madrugada de sexta-feira (1), um homem suspeito de ser o contador do tráfico de drogas e integrar o “alto clero” do PCC no município.

O traficante foi preso na casa onde mora, localizada no Ibiti Reserva, condomínio de luxo. Segundo informações do repórter Rubens Maximiano, diretamente da Dise, o delegado Wilson Negrão relatou que o suspeito possuía uma rede de sorveteria com unidades na Zona Norte e Oeste, e o buffet infantil utilizados para lavar dinheiro para a facção.

Em uma das quatro sorveterias que ele administrava foi apreendida uma mochila com mais de 300 porções de drogas.

A movimentação do dinheiro de drogas chegava a até R$ 2 milhões/mês. O faturamento diário da sorveteria, por exemplo, chegava a R$ 300 dia. No fim do mês, segundo a polícia, o dinheiro obtido com a criminalidade era lavado nas sorveterias e buffet.

A empresa de sorvetes ao qual a Polícia Civil divulgou à imprensa entrou em contato com a redação Ipa Online e enfatizou sua idoneidade a respeito do assunto retirando de si qualquer ligação ou envolvimento com o crime.

O suspeito seria responsável por toda a contabilidade do tráfico e da facção. Na casa de Pires foram apreendidas uma máquina contadora de dinheiro e 20 quilos de drogas. Ele já responde a processo de corrupção ativa.

width=581

width=581

width=1000
Foto: divulgação/Polícia Civil

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Criminoso exibe órgão genital para mulher, ataca homem com facão e acaba preso

Clínica odontológica interditada firma TAC com Procon e pagará multas

Viadutos férreos com rachaduras e desgastes passarão por reforma

Emissário de esgoto danificado leva mais de 15 dias para ser substituído no Jardim Marli

Blitz da Fumaça Preta registrou 24 veículos em situação irregular

Carro da Prefeitura quebra e pacientes com câncer ficam 4h em acostamento