Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Defesa Civil continua monitoramento na cidade de Salto após fortes chuvas e alagamento de vias

Postado em: 04/02/2020

Compartilhe esta notícia:

A Defesa Civil de Salto permanece com as equipes em estado de atenção, após as fortes chuvas da última segunda-feira (3). De acordo com o levantamento realizado pelo órgão, foi registrado um volume de 30,5mm de chuvas em 40 minutos; o equivalente ao esperado para sete dias.

Até a manhã desta terça-feira (4) foram atendidas 10 ocorrências em decorrência das chuvas desta segunda-feira. Os trabalhos dos órgãos continuam com o atendimento de vistorias. Não há feridos.

Diversos pontos da cidade registraram acúmulo de água, como as ruas 24 de Outubro, Quintino Bocaiúva – na região central, Avenida dos Trabalhadores, José Maria Marques de Oliveira, Avenida Cásper Líbero, Avenida Marechal Rondon, Avenida Rangel Pestana no Jd. Santa Cruz, Rua Botucatu e Roque Lazzazera, no Jd. Cecap; Rua Vaticano, no João Jabour e a Avenida Marechal Deodoro – Largo São João, registrando a queda de uma árvore que levou parte da grade de contenção da ponte do Rio Jundiaí.

O Prefeito Geraldo Garcia acompanhou os trabalhos das equipes da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, da Guarda Civil Municipal, Sinalização de Trânsito que realizaram as remoções e vistorias e ordenamento do tráfego.

Alguns pontos seguem interditados, como o acesso à Ilha dos Amores, no Complexo da Cachoeira, Rua 24 de Outubro e trecho da Marechal Deodoro. Neste momento, o Rio Tietê registra vazão de 500 m3/seg e o Rio Jundiaí registra vazão de 100 m3/seg.

Devido à previsão de chuvas esperada para esta terça-feira (4), a Defesa Civil reforça o alerta para prevenção de acidentes como evitar lugares abertos, respeitar a sinalização, não enfrentar alagamento com os veículos e ter um lugar previsto para se alojar.

A Prefeitura de Salto, por meio da Secretaria da Defesa Social, solicita aos moradores e condutores atenção redobrada em locais sinalizados e interditados. Os condutores que transitam em locais em obras – como a Rodovia Rocha Moutonnée – devem estar atentos e respeitar a sinalização de trânsito e reduzir os limites de velocidade.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

E o príncipe virou sapo, e a princesa, virou abóbora???

Afogadilho de Crespo surpreende padre e Santa Casa fica suscetível a assumir UPH

Parque Tecnológico prepara a 1ª Copa Sorocabana de Foguete de Garrafa PET

O Teatro Escola Mario Persico precisa do seu apoio - confira a coluna de José Simões

‘Falar que se passa fome no Brasil é uma grande mentira’, afirma Bolsonaro

Em meio a alta de mortes, Bolsonaro diz que pandemia no Brasil está no ‘finzinho’