Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Crimes apurados na ‘Casa de Papel’ e ‘Falso Voluntariado’ estão “unidos”, diz Iara

Postado em: 24/05/2019

Compartilhe esta notícia:

A vereadora Iara Bernadi (PT), presidente da CPI do Falso Voluntariado, afirmou, durante entrevista ao Jornal da Ipanema, da Rádio Ipanema, nesta manhã de sexta-feira (24), que recebeu duas certidões, por meio do delegado Marcelo Carriel, apontando que os crimes apurados tanto na Operação Casa de Papel quanto na que investiga o prefeito José Crespo e a então voluntária Tatiane Polis em suposto Falso Voluntariado estão “se unificam”.

Segundo a parlamentar, durante encontro com o titular da Delegacia Seccional, “pessoas se relacionam e relação é a mesma”. Esse relacionamento seria ligado, por exemplo, com atos supostamente ilegais, como desvio de recursos públicos, além de uso da máquina pública para trabalhar em campanha de reeleição do prefeito.

“Elas se unificam em vários pontos dessa investigação”, afirmou Iara. O assunto foi abordado na tribuna da Câmara, nesta quinta-feira (23), pela parlamentar. “Os documentos apontam para a existência de uma organização criminosa operando na Prefeitura. São documentos do Ministério Público, do GAECO, da Polícia Civil, do Tribunal de Contas do Estado. São dados fartamente documentados”, relatou.

Enquanto o Falso Voluntariado investiga o prefeito José Crespo (DEM) e Tatiane Pólis, por conta da atuação da ex-assessora na prefeitura como voluntária e que, segundo denúncia do ex-secretário de Comunicação, receberia R$ 11 mil como salário que seria pago pela empresa de publicidade DGentil, que ganhou licitação para prestar serviços à prefeitura, a Casa de Papel investiga não só o democrata, como ex-secretários e empresários por organização criminosa, desvio de recursos públicos e corrupção.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Figurante de ‘O Sétimo Guardião’ morre após passar mal em gravação da novela

Ônibus não circulam nesta quarta; Urbes diz haver liminar para 60% da frota rodar

Jovem encontrada morta em rio foi assassinada por presidiário que fugiu

Funcionário do Saae Sorocaba é assaltado e fica sem crachá e uniforme

Tem gente que não quer comparação, diz Haddad

Mulher é salva pela PM após marido ameaçar matá-la com faca no pescoço