Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Crespo não consegue liminar em Sorocaba e apelará ao Tribunal de Justiça na capital

Postado em: 14/08/2019

Compartilhe esta notícia:

A juíza da Vara da Fazenda Pública, Karina Perez, negou, no final da tarde desta quarta-feira (14), a liminar pretendida pela defesa do ex-prefeito José Crespo (DEM) para reconduzi-lo ao cargo do Executivo de Sorocaba após o processo de cassação. Da decisão, cabe recurso no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ).

A defesa de Crespo pedia nulidade do processo de votação e cassação por vício de iniciativa do Legislativo, e argumentava, para sustentar o procedimento, a participação do vereador Hudson Pessini (MDB), responsável pelo relatório acolhido pelo plenário da Câmara.

Conforme os advogados de Crespo, Pessini, por figurar como namorado da então vice-prefeita, Jaqueline Coutinho, não poderia participar da votação responsável pela cassação do prefeito.

A juíza, mesmo entendendo haver irregularidades no procedimento defendido pela defesa, argumentou que a participação dele (Hudson) não foi fator preponderante à cassação de Crespo, negando, dessa forma, o deferimento da tutela antecipada (liminar).

Agora, Crespo terá 15 dias, em prazos corridos, para obter um recurso no TJ. Até lá, Sorocaba seguirá sendo governada por Jaqueline.

Veja a íntegra da decisão:

width=1047 width=1045 width=1045 width=1064 width=1054 width=1059 width=1056 width=1044

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Votação na Câmara de reforma administrativa acontece nesta segunda; economia prevista será R$ 1 milhão menor

“Estou pronto”, diz Dini caso vire prefeito com queda de Crespo e vice

Mulher aciona “botão do pânico” para ex-marido na Zona Norte; suspeito foi preso

Supremo Tribunal Federal pode decidir sobre pedido de liberdade de João de Deus

Dini vai investigar UPHs terceirizadas de Crespo por pacientes ‘referenciados’

Pergunta ao autor, só passei, diz Bolsonaro após endossar texto sobre país ingovernável