Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Crespo é indiciado pela Polícia Civil na investigação sobre o falso voluntariado

Postado em: 27/07/2019

Compartilhe esta notícia:

O prefeito de Sorocaba, José Crespo, foi indiciado pela Polícia Civil no caso do falso voluntariado na Prefeitura. A investigação está relacionada à prestação de serviço da ex-assessora da prefeitura, Tatiane Pólis, que teria atuado como voluntária do Executivo. Crespo foi indiciado por crime de responsabilidade e usurpação de função pública.

A Polícia Civil realizou o indiciamento indireto do prefeito. Isso ocorreu pelo fato de a defesa de Crespo não ter escolhido um dia específico para que isso ocorresse.

O advogado teria sido intimado para que escolhesse dia e horário para o indiciamento do prefeito, dentro de um prazo estipulado pela polícia. A defesa teria apontado uma data posterior ao período indicado e, depois, deixou de se manifestar, o que gerou o indiciamento indireto.

Questionado, o advogado de Crespo, Márcio Leme, afirmou que o prefeito não foi intimado pela Polícia Civil sobre o indiciamento.

O advogado disse, ainda, que, “a rigor, se trata de um ato policial unilateral, que, em verdade, em nada altera a situação jurídica de absoluta inocência de qualquer cidadão”.

Leme declarou, também, que “salta aos olhos que a aludida medida policial, apesar de inócua para o inquérito policial e para as pessoas envolvidas, tenha sido supostamente adotada e amplamente divulgada em procedimento sigiloso, às vésperas de importantes discussões políticas acerca da conclusão do processo de cassação contra o prefeito”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

‘Intenção era ser preso’, diz responsável por quebrar equipamentos em hospital

Trabalhador rural é preso suspeito de matar idoso em Piedade

Câmara vota alterações na lei que regulamenta o transporte por aplicativos

Traficante é preso em flagrante no dia de seu aniversário

Quem quer levar mais de 10 kg na mala, que pague, afirma Bolsonaro

Conselho de Educação rejeita terceirização nas escolas municipais