Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Crespo aparece em redes sociais para dizer que “acusações são falsas”

Postado em: 04/10/2019

Compartilhe esta notícia:

O prefeito cassado José Crespo (DEM) fez uma postagem nas redes sociais, durante a tarde desta última quinta-feira (3), para se posicionar a respeito de seu indiciamento dentro da operação ‘Casa de Papel’, feita pela pela Polícia Civil em conjunto com o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que investiga crimes cometidos por agentes públicos da Prefeitura de Sorocaba, como organização criminosa, desvio de dinheiro, corrupção ativa, peculato e furto.

Conforme Crespo, “todas as acusações lançadas contra mim são falsas e inconsistentes, vindas de pessoas com interesses venais que contrariei enquanto prefeito”. Ainda, o prefeito cassado afirma que apresentará defesa técnica. “Acredito que a verdade e a justiça prevalecerão”, finaliza o texto.

width=493

No total, 12 pessoas serão indiciadas pela Polícia Civil. O primeiro nome a aparecer na lista é o do então prefeito de Sorocaba, o qual, segundo a apurou a investigação, “exerceria o evidente comando da organização criminosa”.

Conforme o documento redigido pela polícia, “sob a liderança do então prefeito”, agentes
públicos, secretários municipais e empresários desviaram “vultuosas quantias de dinheiro público em benefícios próprios ou alheios”. Para cometer os crimes, os envolvidos se associavam a empresários e somavam dezenas de contratos públicos milionários no intuito de fraudá-los.

À imprensa, Crespo sempre negou envolvimento em qualquer tipo de crime.

Leia a reportagem completa sobre os indiciados aqui.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Procon Sorocaba realiza 2º Mutirão de Renegociação de Dívidas

Polícia desarticula quadrilha que comandava tráfico de drogas em bairros de Sorocaba e Votorantim

GCM e PM realizam ‘Operação Saturação’ em quatro bairros na Zona Norte

Sorocaba aumenta 84 casos de dengue em apenas uma semana, informa prefeitura

Prefeitura anuncia revitalização de ciclovias a partir da primeira semana de abril

Brasil ultrapassa 101 mil casos confirmados e 7 mil mortes por coronavírus