Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

CRAS terão eventos voltados às mulheres na próxima semana

Agência Sorocaba
Postado em: 07/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Impulsionada pelo Dia Internacional da Mulher, a Secretaria de Cidadania (Secid) promove do dia 9 a 13 de março, em dez Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) de Sorocaba e na Chácara do Idoso, palestras e rodas de conversas com o tema “Mulheres empoderadas e unidas chegam mais longe!”. Os eventos são gratuitos e abertos ao público.

Na segunda-feira (9) às 9h a Chácara do Idoso recebe a palestra sobre emponderamento feminino, ministrada pela responsável pela Coordenadoria da Mulher, Ana Cristina Miragaia. O evento se repete no mesmo dia, no período da tarde, no CRAS Ana Paula Eleutério, às 14h. “Esse tema surgiu da necessidade de mostrar a essas mulheres, mais uma vez, a força que possuem”, comenta a coordenadora do CRAS, Rita de Cassia Farias da Silva. O CRAS Ipiranga e São Bento, recebem a roda de conversa, respectivamente, nos dias 10 e 12 de março. O primeiro às 8h30 e o segundo, às 14h.

Quarta-feira (11), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba (SSPMS) apresenta o I Fórum SSPMS Mulher com uma roda de conversa sobre “Luta, Resistência e Sororidade”. A atividade é voltada às servidoras municipais e contará com a participação da Coordenadoria da Mulher, vinculada à Secid. O Fórum acontece no próprio Sindicato às 19h.

Dia 13 (sexta-feira), uma sessão de cinema no CRAS Laranjeiras exibirá o filme “Que horas ela volta?”, em parceria com a Secretaria da Cultura (Secult) e a Secretaria de Esportes e Lazer (Semes) que, durante a sessão, realizará atividades recreativas para as crianças.

Bate-papo

Na tarde desta sexta-feira (6) as frequentadoras do CRAS Laranjeiras já participaram de um evento em celebração ao 8 de março. Com a presença da secretária de Recursos Humanos da Prefeitura de Sorocaba, Suélei Gonçalves; da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Sorocaba (FSS), Jéssica Carvalho; da assistente de secretaria do FSS, Erika Kimura, da coordenadora da mulher, Ana Cristina Miragaia e da assistente social do CRAS, Mariselma Souza, o grupo promoveu uma roda de conversa sobre emponderamento feminino.

“Foi emocionante. Muitas mulheres jovens se colocaram falando das dificuldades que vivem e o que tentamos passar a elas é que é possível mudar”, relata Ana Miragaia. O propósito foi o de mostrar a capacidade e força que a mulher tem, patenteando a importância em não permitir que alguém as impeça de ser quem realmente querem. “Despertamos a reflexão para que possam achar um caminho diferente”, reforçou Miragaia.

Cerca de 20 mulheres participaram do bate-papo que, além de expor os diversos tipos de violência a que estão sujeitas, tratou dos casos de superação vivenciados por outras mulheres no intuito de mostrar que há saída para o sofrimento que enfrentam.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Flamengo não tinha autorização para instalar contêiner, diz Prefeitura do RJ

Governo federal terá queda ‘brutal’ de arrecadação em 2020, aponta IFI

Primeira morte por coronavírus fora da Ásia é confirmada na França

Crespo decreta tombamento do Palácio dos Tropeiros e do teatro municipal

Troca de registro interrompe abastecimento na região da Vila Helena nesse domingo

Justiça eleitoral determina que Rodrigo Manga retire material de campanha espalhado pela cidade