Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

CPI do Falso Voluntariado: marido de Tatiane Polis presta depoimento

Postado em: 07/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Convocado pela CPI do Falso Voluntariado para oitiva na Câmara Municipal na tarde desta terça-feira, 7, o empresário William Carlos Rodrigues Polis, marido de Tatiane Polis, prestou depoimentos na tarde desta terça-feira (7) à presidente Iara Bernardi (PT), à relatora Fernanda Garcia (PSOL) e ao vereador Renan Santos (PCdoB).

William Polis chegou a responder as primeiras perguntas, negando que a empresa de sua propriedade, Tegra Consultoria, tenha realizado negócios com as empresas DGentil Propaganda, Twenty, Selt, Príncipe Comunicações e Strategie, cujas relações com a Prefeitura e a Secretaria de Comunicação estão sendo investigadas pela CPI. Em seguida, o advogado do depoente interrompeu a oitiva afirmando que os questionamentos não têm relação com a denúncia e orientando seu cliente a não as responder.

A presidente Iara Bernardi explicou que a oitiva tinha o objetivo de saber quais as relações de William Polis com as referidas empresas e com a Prefeitura de Sorocaba. O vereador Renan Santos, membro da CPI, chegou a sugerir que o depoente falasse livremente sobre assuntos relacionados com a investigação, a fim de esclarecer qualquer dúvida e em defesa de sua mulher, Tatiane Polis, mas a sugestão não foi acatada e a oitiva foi encerrada.

Ausência de depoente – Também convocado para depor na tarde desta terça-feira, João Batista Sigilló Pellegrini, ex-diretor de área da Secretaria de Licitações e Contratos da Prefeitura de Sorocaba, não compareceu à oitiva e justificou sua ausência enviando um atestado médico, segundo o qual ele estaria impossibilitado de comparecer à Câmara Municipal por problemas de saúde.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Polícia Ambiental prende um e apreende animais silvestres transportados pelos Correios em Sorocaba

China diz que pneumonia mais letal que Covid atinge Cazaquistão

Paço deve repasse de mais de R$ 3 mi ao BOS referentes à UPA e UPH

Evento de games beneficente agita Votorantim neste domingo

Corregedoria da Polícia Civil investiga morte de empresário durante operação

Governo altera decreto e diz que cidadão comum não terá porte de fuzil