Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

CPI da Saúde se reúne com auditoria contratada para auxiliar investigações

Divulgação/Secretaria de Comunicação da Câmara
Postado em: 14/01/2020

Compartilhe esta notícia:

A CPI da Saúde, que apura irregularidades envolvendo a crise orçamentária da pasta no município, se reuniu, na manhã desta terça-feira (14), com integrantes da empresa especializada em serviço técnico de auditoria contábil-financeira contratada para auxiliar os trabalhos da comissão. As atividades da comissão parlamentar de inquérito estão suspensas momentaneamente para a realização da auditoria que deverá nortear os trabalhos da CPI.

 

O vereador Hudson Pessini (MDB), que preside a comissão, lembrou que a abertura da investigação, em meados de 2019, foi motivada pelo anúncio de que o orçamento anual da saúde se extinguiu já no mês de agosto. “O problema é Sorocaba investir 33% do orçamento na Saúde, o que representa mais que o dobro previsto em lei, e não ver evolução alguma”, frisou.

 

De acordo com informações repassadas na reunião, a auditoria investigativa está agora em fase de análise de documentos. Com o fim do recesso parlamentar, deverá ser apresentado aos membros o cronograma de trabalho e iniciadas as visitas técnicas. A entrega do parecer da auditoria é prevista para 31 de março.

 

O vereador Renan dos Santos (PCdoB), que também integra a CPI, reforçou que, apesar dos diversos indícios de irregularidades, é preciso focar o trabalho no contrato da Prefeitura com a empresa Diretrizes e compará-lo com outros prestadores de serviço, como a Santa Casa. “O contrato é maior e o atendimento é pior”, ressaltou.

 

Com relatoria da vereadora Iara Bernardi (PT), a CPI da Saúde é formada ainda pelos vereadores Fernanda Garcia (PSOL), Anselmo Neto (PT), Francisco França (PT), Hélio Brasileiro (MDB), Irineu Toledo (PRB) e Rodrigo Manga (DEM). Os parlamentares estiveram representados na reunião por suas assessorias.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Caixa libera nesta sexta saque de R$ 500 do FGTS para nascidos em janeiro

Moro perde status e sofre derrotas, mas segue popular em 1º ano com Bolsonaro

Prefeitura de Sorocaba ganha decoração especial de Natal até 6 de janeiro

VÍDEO – Arcebispo detona Crespo: “Não suporto ver as coisas que não funcionam”

Suspeito de tráfico de drogas morre alvejado pela Polícia Militar na Zona Oeste

Mudanças na Rua da Penha causam confusão no trânsito; Dini faz alerta à Urbes