Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Coronavírus faz F-1 excluir GP Brasil da temporada 2020

Jovem Pan News
Postado em: 24/07/2020

Compartilhe esta notícia:

Jovem Pan News

A Fórmula 1 descartou qualquer possibilidade de realizar os GPs dos Estados Unidos, do México e do Brasil nesta temporada. Em comunicado oficial, nesta sexta-feira (24), a principal categoria de automobilismo anunciou as três corridas estão canceladas devido ao surto de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, nesses três países. Desta forma, a direção irá substituir essas provas com três circuitos na Europa: Nurburgring e Ímola (ambos na Itália) e Portimão (Portugal), que estreará na F-1.

“A Fórmula 1 disse que a decisão era “devido à natureza fluida da pandemia contínua do COVID-19, às restrições locais e à importância de manter as comunidades e nossos colegas seguros”, e foi tomada após discussões contínuas e estreita colaboração com os respectivos parceiros na países afetados”, informou a Fórmula 1;

O Grande Prêmio dos EUA em Austin, no Texas, estava previsto para acontecer em 23 de outubro. A corrida seguinte aconteceria no México, exatamente na Cidade do México, uma semana depois, no dia 30 do mesmo mês. Já o tradicional GP do Brasil, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, estava agendado para o dia 13 de novembro. O alto número de infectados, entretanto, teriam minado qualquer possibilidade da Fórmula 1 promover as provas nos três países. “Queremos prestar homenagem aos nossos incríveis parceiros nas Américas e esperamos voltar com eles na próxima temporada, quando mais uma vez conseguirem emocionar milhões de fãs em todo o mundo”, Chase Carey, CEO da Fórmula 1.

De acordo com o levantamento da Universidade Johson Hopkis, Estados e Brasil são os países com mais casos de Covid-19 contabilizados, com 4 milhões e 2,28 milhões, respectivamente. O México, por sua vez, é o sétimo país com mais contaminados do mundo, com 370 mil pessoas infectadas. Em número de óbitos, a situação é praticamente a mesma: EUA lideram somando (144 mil), Brasil é o segundo com mais de 84 mil mortos e o México é o quarto com quase 42 mil óbitos registrados.

Desta forma, a Fórmula 1 cogitou realizar uma corrida no Canadá, mas as restrições impostas pelo governo local impediram qualquer tipo de avanço nas negociações com o país norte-americano.

A F-1 ainda não tem um calendário completo, mas continua esperançosa de poder ter pelo menos 16 corridas este ano. As três corridas adicionais em Nurburgring, Portimão e Ímola levarão o calendário para 13, e a temporada deve terminar com duas corridas no Bahrain e uma em Abu Dhabi em novembro e dezembro. Além disso, a entidade trabalha com alguns GPs na Ásia durante o mês de novembro.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Doria vem a Sorocaba e inaugura primeira Delegacia da Mulher 24 horas de SP

Ação pede que Justiça anule demissão de Valeixo por Bolsonaro

Mutirão BOS do Diabetes atende cerca de 700 pacientes

Com segurança do Planalto, sobe para 25 os casos de coronavírus próximos a Bolsonaro

Esposa de paciente que procura por doador de medula óssea cobra ajuda de Skaf

Brasil tem 11 mortos e 904 casos confirmados do novo Coronavírus