Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Coreia do Norte efetua disparos em direção à fronteira e Coreia do Sul responde

Agência Brasil
Postado em: 03/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Folhapress

A Coreia do Norte efetuou múltiplos disparos em direção à área desmilitarizada na fronteira com a Coreia do Sul neste domingo (3). A informação é das autoridades sul-coreanas, que afirmam ter revidado o ataque.

Um posto de guarda do Sul foi atingido às 7h41 no horário local (19h41 de sábado no Brasil). Não há notícia de vítimas. Seul emitiu uma advertência ao país vizinho, e deu ordem a duas séries de disparos.

O exército sul-coreano comunicou que está em contato com o Norte através de uma linha telefônica direta para esclarecer as causas do incidente.

A Zona Desmilitarizada (DMZ) na fronteira entre os dois países é, ao contrário do que o nome indica, um dos locais mais fortificados do planeta. Desde setembro de 2018, quando Kim Jong-un e Moon Jae-in firmaram acordo, a região não registra conflito. Tecnicamente, Norte e Sul estão em guerra desde o armistício que colocou fim à Guerra das Coreias (1953).

O episódio deste domingo ocorre um dia depois de Kim Jon-un reaparecer publicamente depois de três semanas de rumores sobre seu estado de saúde. Agências especializadas em notícias da norte-coreanas chegaram a afirmar que o líder havia morrido.

Nas fotos distribuídas pela agência de notícias estatal da Coreia do Norte, Kim inaugura uma fábrica de fertilizantes na cidade de Sunchon. Ele aparentou ter dificuldades para se movimentar e usou um carrinho de golfe para se locomover.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Número de casos confirmados de Covid-19 ultrapassa 10 milhões no mundo

Não haverá vacinação contra a gripe na próxima segunda, diz prefeitura

Aplicativo da Urbes auxilia busca por vans de transporte de alunos

Caixa inicia nesta segunda-feira o pagamento do Saque Emergencial do FGTS

Doria promete reduzir valor de pedágios durante mandato a partir do ano que vem

Justiça do Rio determina que deputado do PSL remova vídeo contra Felipe Neto