Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Contribuinte tem até esta terça-feira para declarar o Imposto de Renda

Foto: Agência Brasil
Postado em: 29/06/2020

Compartilhe esta notícia:

Fernanda Perrin e Isabela Bolzani, FOLHAPRESS


Acaba nesta terça (30) o prazo para entregar a declaração de IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) relativa aos ganhos de 2019. Até sexta-feira (26), quase 25 milhões de declarações foram entregues, de acordo com a Receita Federal. Ainda são esperadas 7 milhões de declarações.


Inicialmente, a data limite para o envio era 30 de abril, mas o prazo foi prorrogado em razão da pandemia.


O contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo fica sujeito a multa, que varia de R$ 165,74 a até 20% do imposto devido.


Devem fazer a declaração todos que, em 2019, tiveram renda tributável superior a R$ 28.559,70 ou renda isenta não tributada ou tributada na fonte acima de R$ 40 mil.


Aqueles que tiveram ganho de capital no ano passado (com operações na Bolsa de Valores ou na venda de bens ou direitos sujeitos à incidência do imposto, por exemplo) também devem declarar.


Em relação à atividade rural, quem obteve renda bruta anual superior a R$ 142.798,50 com produção agrícola em 2019 ou que busque compensar prejuízos de anos-calendários anteriores também deve prestar contas à Receita.


Quem passou a ser residente no Brasil em 2019 ou que tinha, em 31 de dezembro, bens acima de R$ 300 mil, também são obrigados a declarar.


Não há teto para dedução de gastos com saúde. Para gastos com educação, o limite de dedução é de R$ 3.561,50. No caso de dependentes, o limite de abatimento é de R$ 2.275,08.


Há três formas de fazer a declaração. Pelo computador, o contribuinte tem acesso ao PGD (Programa Gerador de Declaração) 2020, disponível no site da Receita, ou pelo serviço "Meu Imposto de Renda", disponível no Portal e-CAC.


É possível declarar pelo aplicativo "Meu Imposto de Renda" via dispositivos móveis (como celulares e tablets).


O primeiro lote de restituições foi pago no final de maio para quem já entregou a declaração. O segundo lote deve começar a ser pago em 30 de junho -o maior lote de restituições da história, com R$ 5,7 bilhões pagos a cerca de 3,3 milhões contribuintes.


O cronograma de pagamento das restituições vai até 30 de setembro.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Polícia prende traficantes que transportavam drogas em caixa térmica de aplicativo de entregas

Reforma da Previdência: confira os principais pontos aprovados em 1º turno

Polícia Civil prende três e detém adolescente na região de Sorocaba

Prefeitura vai pagar "Auxílio Catador" nesta sexta, 44 dias após aprovação na Câmara

Após sessão de 24 horas, Câmara cassa mandato do prefeito de Ilhabela

Estado de São Paulo registra 65 casos confirmados para coronavírus