Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Conselho Tutelar: “dormimos com bebê em escritório por falta de apoio e vagas”

Postado em: 03/04/2019

Compartilhe esta notícia:

Quatro conselheiras tutelares concederam entrevista durante o Jornal da Ipanema, da Rádio Ipanema edição desta quarta-feira (3), para denunciar a falta de vagas de acolhimento e de estrutura para as crianças e adolescentes que precisam de atendimento.

De acordo com Fabiana Oliveira, conselheira da região oeste, pela segunda vez menores de idade, duas adolescentes, de 16 e 14 anos e um bebê de 11 meses, tiveram de passar a noite em sede do Conselho Tutelar por não haver vagas em locais de acolhimento. “O conselho vem pontuando. A Secretaria de Assistência [e Igualdade] Social encaminha semanalmente para todo o sistema de garantias (Ministério Público, Judiciário, CMDCA). A Secretária [Cíntia de Almeida] disse que desconhece que não há vagas. Mas é a secretaria dela”, diz.

Outra questão é a falta de estrutura, como a de viaturas para atender aos casos, por exemplo. Para seis sedes do CT, há apenas três veículos. “Merecemos esse respeito, pois representamos nossa sociedade. O conselho é o órgão que garante direito das crianças e adolescentes. O que mais nos preocupa é que a lei diz primazia no atendimento à criança e adolescente”, defende Fabiana.

Nesta semana ocorreu um caso atípico, citaram as conselheiras. Clarissa Pereira Ramos, conselheira região Oeste, disse que teve de dormir na sede do Conselho junto às adolescentes e ao bebê, por falta de vagas de acolhimento. “Nos foi negada a vaga. Entramos, durante a madrugada, em contato com a Coordenadora da Infância e Juventude. Tivemos retorno às 6h30. As crianças foram para uma casa de acolhimento ontem [terça-feira] às 15h30”, revelou. “O acolhimento é o último caso. Eu tenho que fazer toda a tentativa, ver se pode ficar com uma tia etc”.

“Inadmissível uma criança vítima de violência dormir em um escritório”, afirmaram as conselheiras.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Jovem flagrado dirigindo embriagado é liberado após pagar fiança de R$ 350

Carro usado por suspeitos de matar funcionário de conveniência é encontrado na Zona Norte

Homem atira em companheira, mata cinco pessoas e se suicida no litoral paulista

Contra Coronavírus, Prefeitura de São Paulo vai colocar álcool em gel nas escolas municipais

AstraZeneca espera produzir 200 milhões de doses de vacina até abril

Paciente internado com covid pode ter sintomas por meses, diz estudo