Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Condenada por matar os pais, Suzane Richtofen deixa prisão para o Dia das Mães

Postado em: 08/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais,em 2002, Suzane Von Richtofen deixou a Penitenciária Feminina de Tremembé, nesta terça-feira (8), para passar o Dias das Mães. O benefício é concedido para presos em regime semiaberto com bom comportamento.

A condenada ficará em liberdade até o dia 14 de maio, dois dias após as festividades, quando deve retornar a Penitenciária.

No início deste ano, a detenta havia sido punida com a perda de três saídas temporárias após ser flagrada em uma festa de casamento, em Taubaté, em dezembro de 2018, no Natal. Suzane foi punida porque as disposições da saída temporária a obrigam a permanecer no endereço informado  que, no caso, era a casa do namorado em Angatuba, distante mais de 300 quilômetros.

Na ocasião, a juíza Wania Regina Cunha, da Vara de Execuções Criminais, entendeu que houve falta grave e suspendeu o benefício. A Defensoria Pública de Taubaté, que atua na defesa de Suzane, entrou com recurso.

Em abril, foi divulgada a decisão da 5ª Câmara Criminal de São Paulo, que considerou que a detenta não cometeu falta grave ao estar em festa de casamento no trajeto em que seguia para a casa do namorado. A decisão restabeleceu o direito de Suzane para receber os benefícios.

Suzane assassinou os pais Manfred e Marísia von Richthofen na casa da família, em São Paulo. Os irmãos Christian e Daniel Cravinhos também participaram do crime

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Parque Tecnológico de Sorocaba sediará festival de gastronomia

Mensagens abrem margem para suspender decisões de Moro na Lava Jato, dizem especialistas

Palestra no PTS explica como obter recursos não reembolsáveis

Criminosos fogem após explodir cofre de agência bancária em Tietê

Jovens tentam salvar garça com o bico preso por lacre de plástico

Liminar em caráter de urgência determina volta de diretora à escola Achilles de Almeida