Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Com custo mensal de R$ 219 mil cada, deputados de Sorocaba tomam posse

Postado em: 15/03/2019

Compartilhe esta notícia:

IPA Online, com informações da FOLHAPRESS

Os 94 deputados estaduais eleitos em São Paulo tomam posse nesta sexta-feira (15), na Assembléia Legislativa do Estado. Entre os parlamentares, estão três sorocabanos: Carlos Cézar (PSB), reeleito para o terceiro mandato, com 115.566 votos; Maria Lúcia Amary (PSDB), reeleita para o quinto mandato com 70.743 votos; e Agente Federal Danilo Balas (PSL), que vai estrear na política ao ser eleito com 38.661 votos.

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo mostrou que cada um dos 94 deputados estaduais que tomam posse na Assembleia Legislativa de São Paulo nesta sexta-feira (15) custará aos cofres públicos cerca de R$ 219 mil por mês.

No acumulado do ano, a despesa com todos esses representantes chega a R$ 247 milhões. O cálculo do custo mensal de um deputado estadual inclui R$ 25,3 mil de salário, R$ 33,2 mil de verba de gabinete (como locação de imóveis, gasolina e gráficas) e R$ 160,4 mil de subsídio para contratação de assessores.

Alguns parlamentares, porém, extrapolam esse limite de recursos previsto na legislação. Em dezembro passado, 79 deputados ultrapassaram o teto mensal para remuneração de assessores. O recorde chegou a R$ 280 mil pagos por um único gabinete.

Eleição divide sorocabanos

A disputa pela presidência da Assembléia deve colocar os sorocabanos veteranos em oposição ao novato do Legislativo Estadual. Balas, em entrevista ao Jornal da Ipanema, na rádio IPA FM, anunciou que vai trabalhar na corrida pela sua colega de partido, a de´putada estadual Janaina Paschoal, eleita com mais de 2 milhões de votos, maior votação da história. Ela é vista como azarão na disputa, já que conta apenas com os votos de seu partido, com 15 deputados, e o de um deputado do DEM.

Quem aparece com favoritismo é o candidato à reeleição Cauê Macris (PSDB). Com o apoio de Carlos Cézar e Maria Lúcia Amary, Cauê é aliado fiel de João Doria (PSDB) e tende a se comprometer com as prioridades do governador, trabalhando pelas propostas dele. Para a vitória, são necessários 48 votos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Seguradora quer reverter decisão do governo de extinguir Dpvat

Jaime Pinheiro: o mago da cenografia da região

Moraes inclui período eleitoral de 2018 em quebra de sigilo de Hang e empresários bolsonaristas

Programa dará mais transparência às ações do Parque Tecnológico de Sorocaba

Espetáculo ArtEfeito em cartaz em duas sessões neste domingo no Barracão Cultural

Bolsonaro defende uso de hidroxicloroquina ainda em fase inicial da Covid-19