Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Com aumento de queimadas, Bolsonaro é pressionado a fundir Meio Ambiente e Agricultura

Jovem Pan News
Postado em: 04/10/2020

Compartilhe esta notícia:

Jovem Pan News

O presidente Jair Bolsonaro afirma que apenas um novo fato gravíssimo o faria mudar de ideia em relação a indicação do desembargador Kassio Nunes para o Supremo Tribunal Federal. Em conversa com apoiadores, nesta sexta-feira (2), ele disse estar chateado e lamentar ver aliados “virarem as costas” e dizer que não votarão mais nele. Sem citar nomes, o presidente fez referência a uma autoridade do Rio de Janeiro que, segundo ele, queria emplacar o novo ministro do STF. Bolsonaro rebateu as críticas à indicação de Kassio Nunes, já publicada no Diário Oficial da União.

Ele lembrou que o desembargador não foi o responsável pela decisão que autorizava a permanência de Cesare Battisti no Brasil, e explicou que mesmo que o jurista tenha liberado a compra de lagostas e vinhos por parte do STF, não considera esse um motivo para rever a escolha. O presidente aproveitou para elogiar a Suprema Corte por ter autorizado que a Petrobras venda refinarias sem a autorização do Congresso. Bolsonaro também comentou o caso das sementes misteriosas, que têm chegado pelo correio em diversos estados brasileiros. Disse que mesmo que não goste desse ou daquele país, não pode acusar ninguém — e que aguardará as investigações para poder se manifestar.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Documento contradiz Pazuello, que nega ter recomendado cloroquina

Santinhos sujam colégio eleitoral na Vila Jardini em Sorocaba

Prefeitura divulga: Sorocaba é considerada uma das cidades “mais limpas” do Estado

Regina Duarte é convidada para Secretaria Nacional de Cultura e diz que responderá até este sábado

Denatran oferece função de pagamento de multas por aplicativo

PF realiza operação para combater fraudes em auxílio emergencial