Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Chimpanzé Black, símbolo de luta na Justiça pelos direitos animais, morre em Sorocaba

Postado em: 08/02/2021

Compartilhe esta notícia:

O Projeto GAP (Proteção aos Grandes Primatas) anunciou a morte do chimpanzé Black, símbolo de luta na Justiça pelos direitos animais. Conforme nota divulgado pelo Projeto, Black, que tinha aproximadamente 50 anos, morreu no último sábado (6) à noite por parada cardiorrespiratória.


Nos dois últimos dias antes de sua morte, o chimpanzé havia apresentado dores nas pernas e leve apatia. Após isso, ele chegou a ser medicado e estava sendo planejada anestesia para realização de um check up completo de saúde, mas ele morreu antes que o procedimento ocorresse. A necropsia foi realizada e a causa mortis será concluída após o resultado de exames.

O corpo de Black foi sepultado no jazigo no cemitério do Santuário. 


Chimpanzé Black

Não se sabe ao certo onde Black nasceu e sua idade era estimada em 50 anos. Foi explorado em um circo quando jovem e depois de anos de sofrimento foi enviado a um zoológico. Após ser picado por um escorpião, chegou em 1979 ao zoológico Quinzinho de Barros. Lá viveu por cerca de 40 anos, sendo os últimos 8 sozinho, após a morte de sua companheira, Rita, em 2011. 


Em 2004 passou um breve período no Santuário, quando seu recinto passava for reformas. Desde então, várias tentativas forem feitas para transferir Black definidamente para o Santuário, entre elas uma intensa campanha pública liderada pelo Projeto GAP com apoio de um projeto de proteção a primatas pertencente à ONU. Finalmente, em maio de 2019, depois de mais um processo protocolado por ONGs em 2018,  Black foi transferido para o Santuário por determinação judicial.

 
Black se adaptou ao Santuário rapidamente e era muito sociável. Não gostava de ficar sozinho. Desfrutou esses quase dois anos da companhia da chimpanzé Dolores, em plena harmonia. Gostava de andar por todo o recinto, túneis e casinhas, além de acompanhar a vida dos grupos de chimpanzés vizinhos.


"Descanse em paz, querido Black. Sua história nunca será esquecida", finaliza o Projeto GAP em nota.

 

Em sua postagem no Facebook, o Projeto GAP divulgou uma galeria de fotos do Black. Confira abaixo. 

 

147163406-2678438688947973-2428370235519999020-n

147327629-2678439345614574-8776271759099464783-o

147341472-2678439152281260-582723994038605835-o

147404177-2678438838947958-2332764650592011809-o

147480753-2678439435614565-2522121061729560722-n

147729595-2678438982281277-1227508923178845339-o

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Viagem ao exterior com o dólar nas alturas: manter, cancelar ou adiar?

Garotinho e Rosinha são presos em operação do Ministério Público do Rio

Sindicato pode pagar multa de até R$ 5 milhões por manter paralisação de ônibus

Mutirão BOS do Diabetes atende cerca de 700 pacientes

Sorocaba registra duas novas mortes, chega a 1.498 casos de Covid-19 e soma 73 óbitos

Em meio a polêmicas, Neymar é confirmado em time titular do Brasil para encarar Qatar