Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Celso Russomanno é insultado ao vivo no "Cidade Alerta"

Foto: reprodução
Postado em: 14/06/2020

Compartilhe esta notícia:

FOLHAPRESS

Uma discussão surpreendeu os telespectadores do "Cidade Alerta", da Record, na noite de sábado (13) -e, claro, foi parar nas redes sociais. Depois de tentar contato com o dono de uma loja virtual de eletrônicos e eletrodomésticos denunciada por inúmeros consumidores que não receberam suas compras nem conseguiram contato com os responsáveis, Celso Russomanno ligou para sua esposa durante exibição ao vivo do quadro "Patrulha do Consumidor".


"Ele pediu para eu não falar com ela, mas eu vou falar com ela", disse, mostrando a tela do celular antes de completar a ligação no modo viva-voz. Ao atender, a mulher disse que o marido não podia atender pois estava indo à Delegacia do Consumidor resolver o problema. Quando Russomanno negou que o homem tivesse ido, ela perdeu a paciência e disse: "Foi, sim. Você é um mentiroso, um pilantra".


Prontamente, o jornalista desativou o viva-voz e disse que, se ela fosse usar palavrões, ele não a deixaria falar.

 

"Eu vou pôr você de novo no ar aqui, você não fala palavrão, vamos conversar". Assim que voltou, a mulher disse que não estava falando palavrão: "Seu mentiroso, sem-vergonha", exclamou. "Aí, já começou a baixar o nível", disse Russomanno, antes de começarem um bate-boca. No fim, combinaram de se encontrar na Delegacia do Consumidor na segunda-feira (15) para tentar resolver o problema diretamente com as pessoas lesadas.


De acordo com o programa, o e-commerce teria anunciado produtos com preço abaixo do mercado e entregado apenas para alguns clientes, para que eles pudessem convencer os demais a cair no que o jornalista classificou como "golpe". O site chegou a ser tirado do ar durante a exibição do programa. No lugar, foram publicados recados direcionados a Russomanno, como "Mostra os depoimentos das pessoas que receberam".

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro questiona falta de ministro evangélico no STF

Em cima da hora: sem tempo para montar decoração de natal, prefeitura revoga contrato de R$ 265 mil

História antivacina vai de medo de virar gado a Osama Bin Laden

Mercado de trabalho não dá qualquer sinal de recuperação, diz pesquisador

Dupla é presa suspeita de cometer diversos roubos em cidades da região

Vereador de partido de Crespo detona governo: “o pior da história de Sorocaba”