Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Servidores da prefeitura prestaram depoimentos na CPI do Falso Voluntariado

Postado em: 14/05/2019

Compartilhe esta notícia:

A CPI do Falso Voluntariado, presidida por Iara Bernardi (PT) com relatoria da vereadora Fernanda Garcia (PSOL), ouviu na tarde desta terça-feira, 14, dois servidores da Prefeitura de Sorocaba indicados pela ex-assessora Tatiane Polis como seus contatos principais na Urbes e na Secretaria de Meio Ambiente (Sema).

O chefe de divisão da Sema, Sérgio Luis Dias Salinas, e o diretor de trânsito da Urbes, Carlos Eduardo Paschoini, responderam a questionamentos da CPI sobre a participação de Tatiane Polis no programa “Fala Bairro”. “Eles confirmaram reuniões no gabinete do prefeito em que estiveram nas quais ela, junto com uma pessoa da Comunicação, também dirigia as reuniões e depois passava as demandas para as secretarias”, conta Iara Bernardi.

Os depoentes também entregaram à presidente da CPI uma foto de uma reunião no gabinete do prefeito José Crespo e imagens impressas de mensagens trocadas no grupo de WhatsApp do programa “Fala Bairro”.

Ausência – Convocada para ser ouvida na tarde desta terça-feira, a síndica do Edifício Praça Maior, onde supostamente ocorreram tratativas investigadas pela CPI, chegou a comparecer à Câmara Municipal, mas antes prestar depoimento foi embora sem dar satisfações.

Por conta disso, uma nova convocação será feita e a síndica deverá ser ouvida na próxima quinta-feira, 16, às 15h. Na ocasião, também deverá prestar depoimentos à CPI do Falso Voluntariado o administrador do edifício.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Leroy Merlin oferece descontos para profissionais da linha de frente em meio a pandemia

Polícia Militar abrirá concursos para preenchimento de 5.400 vagas de soldado

Sindicato pode pagar multa de até R$ 5 milhões por manter paralisação de ônibus

Prefeitura promete lacrar aeroclube caso área não seja desocupada nesta 2ª feira

Uma revolução na arborização urbana

GCM detém estuprador após roubo de celular de mulher na pista de caminhada do Campolim