Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Segundo secretário investigado pela Polícia Civil e Gaeco deixa Governo Crespo

Postado em: 11/04/2019

Compartilhe esta notícia:

O secretário de Licitações e Contratos da Prefeitura de Sorocaba, Hudson Zuliani, deve deixar o governo do prefeito José Crespo (DEM) ainda nesta tarde de quinta-feira (11). De acordo com informações obtidas em primeira mão pelo IPA Online, junto a fontes próximas ao Executivo, Zuliani, que é investigado dentro da operação Casa de Papel, feita pela Polícia Civil e Gaeco (Grupo de Atuação Especial em Combate ao Crime Organizado), deve ser exonerado.

A operação investiga suposto esquema de uma organização criminal que executaria contratos fraudulentos por meio de agentes públicos e empresas prestadoras de serviço à Prefeitura de Sorocaba. Estes contratos têm, no total, o valor de R$ 25 milhões, de acordo com a polícia. Três secretários de Crespo são investigados.

Não há informação ainda se a exoneração ocorrerá a pedido. Um guarda civil municipal pode assumir o cargo. Este é o segundo secretário investigado que é exonerado. O primeiro a pedir para sair do governo, na última terça-feira (9), foi o secretário da Cultura de Sorocaba, Werinton Kermes. O terceiro chefe de Pasta que consta como investigado é Eloy de Oliveira, da Comunicação e Eventos. Até o momento este último permanece no cargo.

Zuliani foi o último a chegar para prestar depoimento, durante a deflagração da operação, na segunda-feira (8). Na tentativa de não falar com a imprensa ao chegar na Seccional, errou o caminho e entrou na ala de carceragem da delegacia, local onde ficam as celas para pessoas presas. Ele não deu entrevista a jornalistas e limitou-se a dizer que “não existem contratos fraudulentos”.

Compartilhe:

Copyright IPA ONLINE. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.