Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Cartões da Urbes terão pagamento de tarifa por QR Code e reconhecimento facial

Postado em: 25/11/2018

Compartilhe esta notícia:

Os usuários de ônibus poderão pagar o cartão de bilhetes com QR Code (Quick Response Code: Código de Resposta Rápida, na sigla em inglês) por meio de um smartphone. Basta baixar o app Cittamobi, já disponível na plataforma Android e iOs, e, em seguida, efetuar a compra com cartão de crédito ou debito. Com o QR Code na tela do celular, é só passar a imagem em um dos leitores instalados dentro dos ônibus, antes de passar pela catraca.

O bilhete está à venda também nos postos dos terminais Santo Antônio e São Paulo, na Sede Administrativa da Urbes – rua Pedro de Oliveira Neto e nas Casas do Cidadão do Ipiranga, Itavuvu, Ipanema, Éden, Brigadeiro Tobias, Nogueira Padilha e Paço.

O QR Code é um código de barras bidimensional, impresso em papel ou imagem que estará disponível no smartphone, deixando mais ágil o embarque de passageiros. O bilhete terá a codificação da tarifa. Após comprar nos pontos de venda que estarão espalhados pela cidade, o passageiro validará seu código no interior do ônibus.

Todos os validadores dos ônibus que operam no sistema já estão equipados com leitor de tíquete QR Code. O bilhete terá validade de 1 hora, contados a partir da emissão/impressão do bilhete.

Com um investimento de dois milhões e quatrocentos mil reais, o novo Sistema de Bilhetagem do transporte coletivo de Sorocaba oferecerá à população o que existe de mais moderno em tecnologia embarcada. O que antes gerava um custo mensal de aproximadamente 600 mil reais de locação dos equipamentos, com a compra do Novo Sistema o custo passará a aproximadamente 200 mil reais mês. Dessa forma, o valor da passagem continuará o mesmo, com o passe social a R$ 4,20.

Ônibus terão sistema de reconhecimento facial

Em parceria com as concessionárias do transporte coletivo, Consor e STU, a Urbes traz para Sorocaba nova tecnologia para a bilhetagem eletrônica no transporte coletivo municipal: o reconhecimento facial. O sistema tem como principal finalidade coibir fraudes. O sistema identificará a pessoa pelo rosto por meio de um sistema tecnológico.

A sua utilização vai assegurar que titulares de cartões eletrônicos expedidos para estudantes e deficientes (beneficiados com redução ou gratuidade) sejam, efetivamente, os usuários transportados nos coletivos.

O sistema de reconhecimento facial será formado por equipamentos instalados nos ônibus, garagens e na central de processamento da permissionária, que armazenará os dados dos usuários (imagens faciais) devidamente cadastrados.

Nas próximas semanas, a empresa permissionária do transporte coletivo realizará campanha para informar sobre a adoção do reconhecimento facial, afixando cartazes nos coletivos.

Funcionamento

Ao ingressar no ônibus e passar o cartão eletrônico, o usuário terá a validação e liberação da catraca. Ao mesmo tempo, imagens faciais suas serão captadas e processadas pelo sistema informatizado.

Se no processamento não for confirmada a similaridade entre as imagens (as feitas no ato e com as do banco de dados), ocorrerá auditoria para inspeção visual e verificação da desconformidade. Configurada alguma irregularidade, o benefício será bloqueado.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Próximos dias serão cruciais para Bolsonaro, afirmam especialistas

Projeto que criminaliza homofobia avança no Senado antes de voto no STF

Servente de pedreiro mata padrasto a facadas durante discussão familiar em Porto Feliz

Corpo de chef Kátia Baiana será cremado nesta sexta-feira em Sorocaba

Príncipe eleito deputado, Luiz Phillipe defende vice de Bolsonaro na Ipa FM

UBS’s de Sorocaba recebem 30 mil doses de vacinas contra a gripe