Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Carro da Prefeitura quebra e pacientes com câncer ficam 4h em acostamento

Postado em: 25/03/2019

Compartilhe esta notícia:

Por Gustavo Ferrari

Três pacientes com câncer, que se deslocavam de Sorocaba a Guarulhos, na Grande São Paulo, para tratamento de oncologia, no Hospital Geral de Guarulhos, ficaram no acostamento por mais de quatro horas, na tarde desta segunda-feira (25), na capital paulista. O carro que eles estavam, prefixo 0139, da Prefeitura de Sorocaba, quebrou na Marginal Pinheiros e um outro veículo só foi deslocado para socorrê-los às 17h20. O tratamento estava agendado às 13h30.

width=640
Veículo quebrado na Marginal Pinheiros em São Paulo

Segundo familiares de Job Diogo, de quase 80 anos, um dos pacientes que estavam no veículo e que iria começar a primeira sessão de radioterapia no Hospital Geral de Guarulhos para tratamento de um câncer na próstata, a saída de Sorocaba estava prevista às 11h30, porém, o carro da Prefeitura só apareceu para buscá-lo às 12h20.

Job faz acompanhamento periódico na Unidade Básica de Saúde de Brigadeiro Tobias e se deslocava a Guarulhos para completar o tratamento oncológico. Outros dois pacientes, que estavam junto com ele, seguiam para sessões semelhantes.

Sentados na mureta

Quando o carro levando o trio atravessava a Marginal Pinheiros, um problema mecânico obrigou o motorista da Prefeitura de Sorocaba a parar o veículo no acostamento da via expressa. Os ocupantes desceram e permaneceram sentados na mureta de concreto por mais de quatros horas, aguardando um outro carro, que só chegaria ao local após as 17h.

Os três pacientes perderam os seus respectivos tratamentos. Um deles, portador de epilepsia, teve uma crise no decorrer da tarde e precisou da ajuda dos demais. “A Prefeitura de Sorocaba sequer agilizou a troca dos veículos, deixando todos lá, na Marginal Pinheiros, sem saber o que fazer”, disse Leandro, genro de Job Diogo, ao Ipa Online. “Um verdadeiro descaso”.

Segundo ele, houve tentativas de abrir “um chamado, uma reclamação” por meio do telefone 156 da Prefeitura, inclusive com tentativas de “acionar a Ouvidoria da Saúde”, porém, “sem sucesso”.

Veículo locado

Por meio de nota, a Prefeitura de Sorocaba esclarece “que se trata de um veículo da empresa Via Brasil, locado pela Divisão de Logística e Operação da Secretaria de Licitações e Contratos (Selc), que realiza o transporte dos pacientes da rede municipal de saúde que fazem tratamento médico na capital e em outros municípios do interior paulista”.

Segundo a nota, “nesta segunda-feira (25), o veículo quebrou às 13h45 e imediatamente o setor responsável acionou a empresa para prestar socorro. A ajuda chegou às 17h e os pacientes seguiram para a cidade de Guarulhos para tentar passar pela consulta ou agendar o retorno”.

A Prefeitura de Sorocaba ressalta que “notificará a empresa para apurar a demora da assistência”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Superior Tribunal de Justiça julga em 2020 mensalidades por faixa etária de planos de saúde

Dia Mundial de Luta Contra os Agrotóxicos

Polícia Federal aumenta número de agentes à disposição de presidenciáveis

Caixa amplia pausa para pagamento de prestação habitacional

Sexo no primeiro encontro: sim ou não?

Governo de SP lança ‘Hora Marcada’ para agendar consultas e exames no SUS