Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Brasileiro não sabe se escuta o ministro ou o presidente, diz Mandetta

Foto: Agência Brasil
Postado em: 13/04/2020

Compartilhe esta notícia:

Renato Machado, FOLHAPRESS

O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse neste domingo (12) que o brasileiro não sabe se escuta ele ou o presidente Jair Bolsonaro e alertou que os meses de maio e junho serão os mais duros.


Ao ser questionado sobre a divergência de opiniões entre ele e o presidente, Mandetta pediu um alinhamento de discurso para evitar "dubiedade".


"Quando você vê as pessoas entrando em padaria, em supermercado, grudadas, isso é claramente uma coisa equivocada. Eu espero uma fala única, uma fala unificada. Porque isso leva o brasileiro a uma dubiedade. Ele não sabe se escuta o ministro, o presidente, quem ele escuta", disse em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo.


Mandetta também afirmou que o ministério acredita que maio e junho serão os meses mais duros no combate ao coronavírus.


Os técnicos do ministério trabalham com a hipótese de que o pico do surto seja atingido entre o fim de abril e início de maio.


No entanto, a pasta esclarece que isso não significa que, após esse período, vai se seguir uma queda nos índices de casos registrados e óbitos.


A tendência é que esse período de alta transmissão da doença se mantenha na sequência por até dez semanas, provocando uma grande pressão sobre o sistema de saúde.


O ministro voltou a defender as políticas de isolamento social como forma de evitar a propagação do vírus.


"Quem vai escrever essa história é o comportamento da sociedade", afirmou.


Mandetta também afirmou que a realização de testes em massa em toda a população é inviável neste momento.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeitura divulga cronograma de tapa-buracos desta semana; veja bairros

Exames entregues por Bolsonaro à Justiça apontam resultado negativo para coronavírus

Parque Tecnológico dá sequência ao Coworking Universidades pela internet

Cidades paulistas compartilham resultados para redução de acidentes de trânsito

Compressor de ar ‘barulhento’ leva idoso a esfaquear homem após discussão

Condenada por matar os pais, Suzane Richtofen deixa prisão para o Dia das Mães