Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Bombeiros encontram corpo de menino que caiu em córrego da zona leste de SP

Postado em: 30/10/2019

Compartilhe esta notícia:

ALFREDO HENRIQUE -SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) 

 

Após mais de 20 horas de buscas, os bombeiros encontraram por volta das 12h50 desta quarta-feira (30) o corpo de Miguel Henrique da Silva Miranda, de 7 anos. A criança desapareceu, por volta das 13h30 desta terça-feira (29), após cair em uma galeria de água na região de São Mateus (zona leste da capital paulista). 

 

Segundo o capitão Marcos Palumbo, porta-voz dos bombeiros, o corpo do menino ficou preso sob as águas em um ponto de remanso do córrego, com profundidade de cerca de 50 centímetros, a poucos metros de distância do local de onde ele teria caído.

  
O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 15h30 de terça, quando começou a vasculhar o córrego para encontrar Miguel. Por volta das 12h50 desta quarta, o corpo do menino emergiu, sendo visto por bombeiros e pelo pai do garoto, que não teve a identidade informada.


De acordo com o bombeiros, quando o corpo da criança emergiu, o pai dele correu e entrou nas águas. Essa é uma situação difícil. A gente compreende a comoção do pai e da família. 


Palumbo disse ainda que, apesar de o bote dos bombeiros ter sido retirado das águas quando escureceu, uma equipe permaneceu toda a noite e a madrugada às margens do córrego. A causa preliminar da morte de Miguel é afogamento. O corpo dele será analisado para oficializar a causa da morte.


Os bombeiros deslocaram cinco viaturas à rua Francisco Melo Palheta, na tarde de terça. A corporação realizou buscas e varreduras nas águas durante toda a tarde , mas sem encontrar o garoto. 


A mãe do garoto, a autônoma Dilma Silva Rodrigues, 33 anos, afirmou que o filho saiu para brincar com amigos pela manhã. 


Por volta das 13h30, Dilma se incomodou com a demora do filho. Ela perguntou a uma conhecida onde as crianças estavam, mas a colega não soube informar. Cerca de dez minutos depois, um amigo de Miguel chegou gritando que o Miguel tinha morrido afogado, que ele tinha caído no córrego. 

 
Dilma acrescentou que, por não saber nadar, o filho ia poucas vezes brincar perto do piscinão, por orientação da própria mãe.

 

Além de Miguel, a autônoma tem mais três filhos de 5, 2 e 1 ano.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Trio acusado de torturar e assassinar menina Vitória Gabrielly irá a júri popular

Sequência de “Jumanji” e “O Escândalo” chegam aos cinemas; “1917” entra em pré-estreia

Denatran aceita registro de motorista diferente do dono do carro

Guarda Civil Municipal apreende pipas e carretéis de linha com cerol na Zona Norte

Governador João Doria autoriza pagamento de bônus para 69,6 mil policiais

Natal Iluminado abre para visitação e segue até dia 5 de janeiro em Sorocaba