Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Bolsonaro diz que quer acabar com estabilidade de servidor público

Postado em: 02/11/2019

Compartilhe esta notícia:

FOLHAPRESS

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou neste sábado (2) que seu governo pretende propor um projeto para acabar com a estabilidade do servidor público. 

A medida seria uma das mudanças da reforma administrativa, que deve ser enviada nas próximas semanas ao Congresso. 

"Olha, a ideia é daqui pra frente. Daqui para frente não teria estabilidade, essa é que é a ideia", disse ao deixar o Palácio da Alvorada para comprar uma motocicleta em concessionária a 14 quilômetros da residência oficial da Presidência. 

"Nós, para algumas carreiras de estado, temos que manter a estabilidade. Eu não posso formar, por exemplo, um sargento, um capitão de Forças Especiais e depois mandá-lo embora. Tem que ter formação específica para aquela atividade, bem como servidor civil que eu não quero entrar em detalhe aqui", disse.

Questionado sobre quando o texto será levado ao Congresso, não quis dar uma data, mas disse que está quase tudo pronto "para a criança nascer".

Logo depois, em uma visita ao Lago Sul, o presidente disse que está pré-agendado para que ele vá ao Congresso na terça (5) apresentar o projeto.

"Pretendo levar. Está pré-agendado na terça-feira, ideia é dar demonstração, como na reforma da Previdência, de que estamos juntos, o Parlamento, o Executivo, talvez o chefe do Judiciário também eu o convide para ir pra lá, ou o Rodrigo Maia, ou o presidente Alcolumbre. Para mostrar que os três poderes têm que estar em harmonia para atingir os objetivos", disse.

Ele não soube dizer se o governo vai priorizar a reforma tributária ou a administrativa como próximo passo, após a reforma da Previdência ser aprovada. 

"O que for menos difícil tem que ir na frente. Qualquer uma dessas duas reformas é bem-vinda", disse ele. 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“É um retrocesso para a cidade”, dispara Pessini sobre copos d’água do Saae

Câmara deve derrubar decreto de armas, diz Rodrigo Maia

Densidade Larvária aponta risco de epidemia de dengue em Votorantim

Casos de sarampo em Sorocaba sobem para 45; doença está concentrada em duas regiões da cidade

Secretário de Obras de Crespo responde necessidade de recapear av. Dom Aguirre

Com risco de queda, ponte da Estrada do Mato Dentro é interditada