Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Batalha vencida na guerra contra o veneno

Postado em: 04/12/2018

Compartilhe esta notícia:

Por Gabriel Bitencourt

Na noite desta terça-feira, dia 04 de dezembro, foi aprovado por uma comissão especial da Câmara dos deputados o relatório do deputado Nilto Tatto que instituiu a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos.

Caminham em direções opostas o chamado “Pacote do Veneno” que visa facilitar e agilizar a aprovação de novos pesticidas e a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos que tem por objetivo incentivar a Agroecologia e a produção de orgânicos.

O projeto de lei teve origem no Programa Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pronara) que contou om a participação de órgãos do governo e de da sociedade civil, enfrentando, diga-se de passagem, muita resistência dos representantes do latifúndio, em especial do ministério da agricultura, à época, comandado pela senadora Kátia Abreu.

Esta foi uma importante batalha vencida, porém a guerra tem como oponentes o grande latifúndio, que tem um grande peso relativo no Congresso; a ex-ministra da agricultura, Kátia Abreu, o atual, Blairo Maggi, e a próxima, Tereza Cristina, além das grandes corporações produtoras de veneno.

Devemos comemorar, é claro!, a batalha vencida, mas “de olho” na grande guerra que opõe o meio ambiente e nossa saúde aos interesses econômicos e políticos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sorocaba vai integrar Conselho Municipalista para discutir combate ao coronavírus

Bar do Alemão é inaugurado na região do Campolim

Mulher é socorrida com escoriações após bater carro em poste na Washington Luiz

Polícia investiga pai e filho suspeitos de estuprar criança de 6 anos em Votorantim

Secretário de Cultura, artistas e coletivos pedem emendas a vereadores na Câmara

Tempo da peneira - Veja artigo semanal de Vanderlei Testa