Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Batalha vencida na guerra contra o veneno

Postado em: 06/12/2018

Compartilhe esta notícia:

Por Gabriel Bitencourt

Na noite desta terça-feira, dia 04 de dezembro, foi aprovado por uma comissão especial da Câmara dos deputados o relatório do deputado Nilto Tatto que instituiu a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos.

Caminham em direções opostas o chamado “Pacote do Veneno” que visa facilitar e agilizar a aprovação de novos pesticidas e a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos que tem por objetivo incentivar a Agroecologia e a produção de orgânicos.

O projeto de lei teve origem no Programa Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pronara) que contou om a participação de órgãos do governo e de da sociedade civil, enfrentando, diga-se de passagem, muita resistência dos representantes do latifúndio, em especial do ministério da agricultura, à época, comandado pela senadora Kátia Abreu.

Esta foi uma importante batalha vencida, porém a guerra tem como oponentes o grande latifúndio, que tem um grande peso relativo no Congresso; a ex-ministra da agricultura, Kátia Abreu, o atual, Blairo Maggi, e a próxima, Tereza Cristina, além das grandes corporações produtoras de veneno.

Devemos comemorar, é claro!, a batalha vencida, mas “de olho” na grande guerra que opõe o meio ambiente e nossa saúde aos interesses econômicos e políticos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Brasil registra em 2019 segundo maior número de mortes por dengue em 21 anos

Aplicativo Zona Azul Sorocaba tem mais de 21 mil usuários cadastrados

Bolsonaro relembra 2 anos da facada; veja o que se sabe até agora

Capital paulista não consegue reduzir número de mortes no trânsito em 2018

Prefeitura divulga novos cronogramas dos concursos da Educação

Rua do bairro Maria Antonia Prado passa por obras