Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Bandido finge ser técnico da CPFL para furtar casas em Sorocaba e é preso pela Polícia Militar

Postado em: 18/10/2019

Compartilhe esta notícia:

A Polícia Militar prendeu um homem que se passava por técnico da CPFL para poder furtar casas em Sorocaba. A prisão ocorreu na última quarta-feira (16), mas a ocorrência foi divulgada nesta manhã de sexta-feira (18). 

Conforme a ocorrência, o criminoso foi preso em flagrante na avenida Vinícius de Moraes, logo após ter furtado uma residência. Durante patrulhamento da Força Tática da PM pelo Bairro São Bento, na avenida citada, uma equipe policial se deparou com o veículo modelo GM/Celta prata ocupado pelo suspeito, carro esse já conhecido por prática de furto em casas.

Na quarta, o bandido, se passou por funcionário da CPFL e alegou a uma das vítimas, moradora de uma casa no bairro Vila Santa Rita, que precisava realizar uma manutenção. Durante a ação, ele invadiu o imóvel e furtou uma carteira com aproximadamente R$ 90 e cartões bancários com senha, além de um aparelho celular.

Realizada abordagem e busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado. Em consulta ao sistema, a polícia averiguou que o suspeito possuía várias passagens por furto, roubo e estelionato. Questionado a respeito dos fatos, primeiramente ele negou os crimes, mas confessou. 

O bandido foi conduzido ao Plantão Policial Norte, onde foi elaborado boletim de ocorrência de flagrante de furto a residência qualificado. Após, o detido foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória. 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“A Marca Na Rosa” conversa sobre relacionamentos abusivos com estudantes

Prefeitura encerra atendimentos nesta sexta-feira por ponto facultativo de Natal dos servidores

Prefeito, secretários e vereadores têm reajuste de 4,58% em Votorantim

Maioria dos ministros do STF defende manutenção de inquérito de fake news

Governo revoga normas trabalhistas e apresenta eSocial simplificado

Caminhoneiro é preso ao ser flagrado transportando 450 mil maços de cigarros contrabandeados