Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Bairros da Zona Norte ficam sem energia até às 16h em virtude das obras do BRT

Postado em: 07/04/2019

Compartilhe esta notícia:

As obras de implantação do BRT deixam bairros de Sorocaba sem eletricidade neste domingo (7). Desde às 7h30, moradores das regiões da Vila Formosa, Jardim Altos do Itavuvu, Jardim Maria Eugênia e Jardim Maria Antônia Prado, situados na zona norte da cidade, sofrem com a falta de energia elétrica, que deve durar até às 16h. A suspensão temporária de energia será necessária para a implantação das obras da Estação Maria Eugênia.

Essa intervenção faz parte do cronograma para a remoção dos postes da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz), que já notificou seus clientes que serão afetados. Durante o período de remoção, os agentes de trânsito da Urbes-Trânsito e Transportes dão suporte às equipes da CPFL com a sinalização e orientação do trânsito para que os caminhões possam utilizar a faixa de rolagem da direita nos dois sentidos. O semáforo da rotatória que fica localizado na altura do número 2571 funcionará normalmente com a ajuda de geradores da Urbes.

A construção do BRT é uma ação do governo municipal e da iniciativa privada, por meio da Secretaria da Mobilidade e Acessibilidade e cuja operação será fiscalizada pela Urbes – Trânsito e Transportes. A administração do BRT Sorocaba, juntamente com a Urbes e a CPFL, “solicita a compreensão de todos durante o período de implantação do sistema BRT. Com a chegada desse sistema, a região também passará por uma requalificação da paisagem urbana contribuindo para o aumento da mobilidade, acessibilidade, confiabilidade e segurança no transporte de Sorocaba”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Trio é preso após furtar bicicletas do Integrabike; rodas foram vendidas na Feira da Barganha

Licença-paternidade estendida favorece vínculo com filho

Total de recuperados ultrapassa 19 mil em Sorocaba

Bolsonaro sobrevoa áreas afetadas pelo ‘ciclone bomba’ em Santa Catarina

Fux abre fórum de combate à violência contra a mulher

Funcionários convocados para depor no caso ‘Taty Polis’ não comparecem