Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Árvore-símbolo da Zona Norte é retirada para construção milionária de viaduto

Ipa Online
Postado em: 09/07/2020

Compartilhe esta notícia:

A construção do novo viaduto que vai ligar a avenida Ipanema e avenida José Joaquim Lacerda, a JJ Lacerda, na Zona Norte da cidade, fez com que a Prefeitura retirasse a "árvore-estrela" da praça Adolfo Hannickel. O corte da imponente árvore chamou a atenção de motoristas e moradores. A obra é orçada em mais de R$ 10 milhões de reais.

Com mais de 50 anos de idade, a falsa-seringueira levou dois dias para ser completamente cortada. O anúncio da retirada da árvore, no ano passado, foi alvo de protestos de ambientalistas. A ONG Gamah promoveu um abraço coletivo em junho deste ano, para mostrar preocupação com a árvore.

O novo viaduto é uma obra prevista desde o programa Sorocaba Total, há mais de 10 anos. Com idas e vindas, o contrato com a empresa DP Barros - Pavimentação e Construção Ltda., foi assinado em julho de 2019, no valor de R$ 10.150.858,56, e prevê que a obra seja concluída em 12 meses após a emissão da ordem de serviço. A obra é financiada com Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e também faz parte do corredor de transporte coletivo – BRT, do eixo Norte/Sul. As obras começaram em 30 de outubro do ano passado.

Pelo local circulam mais de 80% das linhas do transporte coletivo da Região Norte, que fazem integração direta com outras linhas no Terminal Santo Antônio, além de registrar fluxo na ordem de 2.800 veículos/hora.

Além do viaduto também será feita a readequação do acesso das vias: avenida Ipanema, J.J Larcerda, rua Hermelino Matarazzo, rua Comendador Oeterer e avenida Brasil. A empresa vencedora também será obrigada a realizar a sinalização tanto horizontal (faixas) como vertical (orientação, advertência e regulamentação), semafórica, paisagismo e iluminação pública.

Atualmente, aquele trecho, além da Ipanema e J.J. Lacerda, coincide também com outras duas vias movimentadas, as ruas Comendador Oeterer e Hermelino Matarazzo, que formam um binário de comunicação viária entre a zona norte e o centro da cidade.

A passagem de milhares de veículos por dia naquele entroncamento de vias públicas gera opções de acessos às mais variadas regiões da cidade e em vários sentidos de direção. O viaduto ampliará as alternativas viárias, melhorando o fluxo do trânsito.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Detento encontrado morto no CDP havia brigado com outros presos um dia antes

Idosos são feitos reféns e torturados durante assalto; criminosos foram presos

Cão terapeuta da GCM auxilia no bem-estar dos funcionários da Ouvidoria

Câmara realiza sessão extraordinária com reajuste de servidores e cartão alimentação

Hospital que atendeu Bolsonaro e comitiva deve mostrar lista de quem tem Coronavírus, decide juíza

Inscrições para o concurso público da Prefeitura encerram nesta segunda-feira