Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Urbes atuará para que frota cumpra ordem judicial e garanta 70% dos serviços

Postado em: 13/06/2019

Compartilhe esta notícia:

A Urbes – Trânsito e Transportes informou, nesta manhã de quinta-feira (13) que a Justiça do Trabalho determinou que o movimento grevista garanta até 70% dos serviços do transporte coletivo em Sorocaba nesta sexta-feira (14) de greve nacional anunciada pelos sindicatos. A sentença da Justiça é para que o sindicato garanta 70% dos trabalhadores operando a frota circulante nos horários de pico e 50% no restante do dia. Os horários de pico são das 6h às 8h e das 17h às 19h.

A fiscalização da Urbes vai atuar ativamente no sentido de fazer com que as empresas concessionárias cumpram a determinação liminar da Justiça, sob pena da aplicação das sanções previstas no contrato de concessão pública. A Urbes também pede o bom senso aos motoristas para que cumpram a decisão judicial e enfatiza que não compactua com as manifestações que penalizam a população.

O Sindicato dos Rodoviários informou que recebeu a determinação por e-mail e a diretoria irá se reunir à tarde para avaliar.

A determinação da Justiça foi proferida pela juíza Maria da Graça Bonança Barbosa, da 15ª Regional do Tribunal de Justiça do Trabalho, em Campinas, em decisão liminar a processo movido pelas empresas concessionárias gerenciadas pela Urbes-Trânsito e Transportes. Caso os trabalhadores descumpram, ficou estipulada multa diária de R$ 5 mil, a ser paga pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região.

Caso o sindicato e os trabalhadores descumpram a determinação da Justiça e mantenham a paralisação total dos ônibus, os terminais Santo Antônio e São Paulo permanecerão fechados até a normalização do serviço. A Urbes reafirma que esse tipo de manifestação prejudica muito o deslocamento da população.

Na manhã da última terça-feira (11) a Urbes foi notificada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região sobre a paralisação no Sistema de Transporte Coletivo Urbano na cidade, em razão da Greve Nacional contra a reforma da Previdência e os cortes de verbas na Educação, anunciada para amanhã (14). A greve com duração de 24 horas foi anunciada para iniciar a zero hora e terminar às 23h59.

Como fica o transporte nesta sexta-feira

O transporte coletivo em Sorocaba habitualmente trabalha com uma frota de 352 ônibus circulando. Com o cumprimento da decisão judicial, nos horários de pico (das 6h às 8h e das 17h às 19h) haverá 247 ônibus circulando, o que corresponde a 70% da frota. Nos demais horários do dia, serão 176 ônibus circulando, o que corresponderá a 50% da frota.

Em relação ao transporte especial, nos horários de pico serão 14 ônibus circulando e fora do horário de pico serão 10 ônibus. Habitualmente são mantidos 20 veículos do transporte especial. Com a redução dos ônibus em circulação haverá a readequação nos horários das linhas. Tal readequação será divulgada pela Urbes-Trânsito e Transportes ainda nesta quinta-feira (13).

O sistema de transporte possui 107 linhas de ônibus em operação que percorrem a cidade de norte a sul e de leste a oeste. Circulam diariamente nos terminais cerca de 120 mil passageiros, sendo 80 mil no Terminal Santo Antônio e 40 mil no Terminal São Paulo.

Trânsito

A Urbes informa ainda que manterá agentes de trânsito posicionados em pontos estratégicos de tráfego para minimizar os efeitos da paralisação. Para facilitar a fluidez do trânsito, a Urbes vai liberar a circulação de veículos em todas as faixas exclusivas de ônibus na sexta-feira, enquanto durar a paralisação geral dos ônibus. A central semafórica operará em esquema diferenciado para dar fluidez às vias arteriais. Já os agentes que atuam trabalham no CCO Trânsito (Centro de Controle Operacional) auxiliarão no monitoramento do trânsito através das câmeras instaladas na cidade. O atendimento pelo WhatsApp, também promovido pela equipe operacional, prossegue normalmente.

Atendimento administrativo ao público está mantido

O atendimento administrativo da Urbes vai funcionar normalmente. Os cidadãos poderão procurar pelos serviços administrativos habitualmente prestados, tanto pelo telefone ou presencialmente.

No Terminal São Paulo, a Central de Atendimento também funcionará normalmente. Os serviços prestados na sede da Urbes, no Campolim, na unidade da rua Chile e em todas as Casas do Cidadão também seguirão disponíveis, assim como o atendimento telefônico pelo número 118.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Homens são presos após furtar cabos de energia em escola da Zona Norte

Garoto diz à Guarda Civil ter comprado carro furtado por R$ 900 e cocaína

Motorista embriagado é detido após colidir em várias motos em pizzaria

Vândalos furtam aparelho de som e comem comida de creche no Jd Califórnia

Homem mata mulher e cunhado enforcados na zona leste de SP

Ação com Liam Neeson e terror sobre força sobrenatural estreiam nos cinemas