Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Anselmo é favorito para presidir Comissão da ‘Casa de Papel’; Câmara vota amanhã

Postado em: 08/04/2019

Compartilhe esta notícia:

Os vereadores de Sorocaba devem escolher nesta terça-feira (8) o presidente, o relator e os membros da Comissão Especial de Acompanhamento aos trabalhos da Operação Casa de Papel. A ação foi desencadeada pela Polícia Civil e Gaeco para investigar desvio de dinheiro na Prefeitura de Sorocaba. Segundo informações do presidente do Legislativo, Fernando Dini (MDB), os vereadores devem deliberar sobre o requerimento durante a sessão do Legislativo. O vereador Anselmo Neto (PSDB) é o favorito para assumir a presidência dos trabalhos., Dini,

A criação da comissão foi debatida com 18 vereadores no início da tarde desta segunda-feira (08). Dos 20 vereadores, 17 assinaram o requerimento de abertura da comissão. Segundo informações obtidas pelo IPA Online, apenas os vereadores Hélio Brasileiro (MDB) e Pastor Apolo (PSB) não compareceram à reunião, em virtude de compromissos pré-agendados. O vereador Rafael Militão (MDB) compareceu, mas não assinou o requerimento.

Para o presidente do Legislativo, se os fatos forem comprovados pela justiça, serão encarados como uma tristeza, já que, segundo ele, “vai na contramão do que toda sociedade clama”. Em entrevista ao Jornal da Ipanema na manhã de hoje, Dini afirmou que a Câmara não vai “poupar quem quer que seja”, embora prefira evitar pré-julgamentos.

O favorito para assumir a presidência da comissão é o vereador Anselmo Neto (PSDB). O IPA Online conversou com o vereador, que afirmou ser a comissão especial o melhor caminho para o Legislativo. “Como ainda não há o fato jurídico determinado, uma Comissão Processante ainda não seria eficiente. Monta uma CPI também não seria lógico, já que a polícia está fazendo a investigação. A Comissão Especial tem a prerrogativa de solicitar as documentações em posse da polícia e, a depender deste material, aí sim embasar a abertura de uma Comissão Processante”, explicou o vereador. A Comissão Processante tem o poder de cassar o mandato do prefeito.

Segundo Anselmo, ele já consultou a presidência de seu partido, o PSDB. De acordo com o vereador, ele foi informado que seu partido prefere manter-se afastado das investigações. “Não entendo essa posição. Vamos ver o encaminhamento amanhã na sessão”, afirmou o parlamentar.

“A comissão acompanhará de perto todos os trabalhos que estão sendo realizados pelos órgãos envolvidos. Não fazemos pré-julgamentos, mas somos agentes fiscalizadores e precisamos tomar essa posição”, afirmou Dini.

A Prefeitura de Sorocaba esclarece “que a operação da Polícia Civil e Ministério Público, que ocorreu nesta segunda-feira (8), acontece em caráter de investigação. A Prefeitura preza pela transparência em todos os seus processos e serviços e está colaborando com todas as informações solicitadas pelos órgãos investigativos. Todos os serviços públicos voltados a população foram restabelecidos e estão funcionando normalmente.”

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Funkeiro é detido por uso de drogas e publica vídeo em viatura de polícia

Wanel Ville V recebe força-tarefa em combate aos escorpiões na segunda-feira

Rock in Rio confirma Muse, Nickelback, Imagine Dragons e Paralamas em 2019

Bandidos ferem dois policiais e fazem clientes de restaurante reféns

Novo teaser de “Aladdin” mostra Will Smith como Gênio pela primeira vez

Adolescente dispara mensagem sugerindo massacre em escola e acaba apreendido