Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Anatel inicia bloqueio de celulares irregulares em 15 estados

Postado em: 24/03/2019

Compartilhe esta notícia:

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está realizando neste domingo (24), em 15 estados, o bloqueio de telefones celulares sem certificação. Vão deixar de funcionar os aparelhos que não têm o selo de certificação da agência, que garante a compatibilidade com as redes de telefonia no Brasil.

As informações são da Agência Brasil.

Estão sendo bloqueados aparelhos irregulares em São Paulo e Minas Gerais, nos nove estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe); e em quatro estados da Região Norte (Amapá, Amazonas, Pará e Roraima).

O bloqueio nesses estados é a última fase do cronograma do Projeto Celular Legal, iniciado em setembro. A Anatel enviou 531 mil mensagens de aviso de desligamento a celulares irregulares.

Até o momento, foram bloqueados mais de 244 mil celulares em todo o país. O estado com mais celulares desligados é Goiás: 85,9 mil, conforme planilha da Anatel.

O selo da Anatel é colado atrás da bateria do aparelho ou no manual do telefone.

Segundo a agência, “o celular sem certificação não passou pelos testes necessários” e “pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio”.

Além da segurança dos usuários, a Anatel assinala que o bloqueio reduz o número de roubos e furtos de celulares, combatendo a falsificação e clonagem de IMEIs (número de identificação do aparelho), que é único e global.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tributo a Lulu Santos é atração do projeto “Show na Praça” do Shopping Cidade Sorocaba

Bolsonaro fala em "certa histeria" e diz que fará "festinha" de aniversário

Homem que furtou mais de mil veículos é preso com comparsas em Itu

Zoo Quinzinho de Barros recupera mais de 400 animais silvestres por ano

Nova versão de MP diminui garantia de folga no domingo para 1 em cada 7

Manifestantes interditam via e protestam contra fechamento da UPH da Zona Leste