Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Presidente da Câmara ataca governo: “Eles tratam vereador como raça inferior”; vídeo

Postado em: 26/03/2019

Compartilhe esta notícia:

O presidente da Câmara Municipal, vereador Fernando Dini (MDB), afirmou durante a sessão ordinária desta terça-feira (26) do Legislativo que a Prefeitura tem até sexta-feira (29) para responder os vereadores sobre as emendas impositivas, recursos do orçamento municipal que são gastos por indicação dos vereadores e não têm sido respeitados. Ele criticou o governo, disse que “eles tratam vereador como raça inferior” e afirmou que se não obtiver uma resposta do governo Crespo, estudará medidas jurídicas contra a Prefeitura, já que não consegue respostas de maneira “harmoniosa”.

“Acredito que essa história de emendas impositivas já passou do limite. O Executivo vem tratando essa casa, eu posso dizer assim, com desprezo. Sabe por que, vereador Hudson? Eles tratam lá o vereador aqui como raça inferior. Eles dão alguns despachos e têm plena convicção que o vereador não é bem assessorado, que o vereador não tem conhecimento. Então muita coisa passa”, afirmou Dini.

O presidente do Legislativo disse que o relacionamento não pode ter boa vontade apenas do lado dos vereadores. “Esta casa tem que mostrar que o cumprimento de leis é relação básica seja demonstrada à população que lei não se discute; se cumpre, primeiramente. Estamos construindo uma relação harmoniosa, mas ela não pode ser unilateral. Ela tem que ser bilateral. Então, até sexta-feira, o secretário de Fazenda, Marcelo Regalado terá que dar essas respostas às tratativas dessa Casa, senão a partir de segunda-feira iremos anunciar o que vamos fazer junto ao nosso departamento jurídico, já que harmoniosamente não estamos conseguindo”, explicou Dini.

Para Dini, após a data limite, a solução para a questão deverá ser jurídica. “Não vamos admitir que esse tratamento se extenda por tempo maior que esta sexta-feira. Iremos tomar posições severas com relação ao respeito do dinheiro empenhado pelos vereadores no orçamento impositivo. Eu só quero que vocês tenham convicção que a missão dessa presidência é preservar essa casa de leis e que não somos submissos”, salientou Dini.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Homem não aceita fim de relacionamento e tenta matar a namorada com golpe de faca

GCM leva tiro da própria arma após tentar conter confusão e morre no canteiro de obras do BRT

Corpo de estudante que morreu em acidente de moto será sepultado hoje

Volta às aulas será em julho com rodízio de estudantes

MEC envia novo texto às escolas suspendendo orientação sobre filmagens

Bolsonaro usa helicóptero e anda a cavalo para prestigiar ato na Esplanada contra STF e Congresso